Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SEU BOLSO

Paraenses pagaram R$ 23 bilhões em impostos, aponta pesquisa

Esse é o valor contabilizado de 1º de janeiro deste ano até ontem, de acordo com a Associação Comercial de São Paulo. Cosméticos, smartphones e gasolinas lideram a lista de produtos com as maiores taxas no Brasil

terça-feira, 29/09/2020, 07:34 - Atualizado em 29/09/2020, 07:38 - Autor: Alexandre Nascimento


O encarregado de manutenção Eder de Sousa se revolta por causa dos preços elevados dos produtos
O encarregado de manutenção Eder de Sousa se revolta por causa dos preços elevados dos produtos | Celso Rodrigues

O brasileiro trabalha cerca de 153 dias por ano para pagar imposto sobre todos os setores e serviços que são taxados pela União, Estados e Municípios. A informação é da Associação Comercial de São Paulo, que, em números, aponta que do primeiro dia do ano até ontem, antes do fechamento desta edição, os cofres públicos arrecadaram em impostos mais de R$ 1,5 trilhão, valor que possibilitaria adquirir mais de cinco milhões de apartamentos de moradia popular. Em nível estadual, durante o mesmo período, o Pará tributou dos contribuintes mais de 23 bilhões de reais e a capital Belém cerca de R$ 970 milhões.

A arrecadação desses impostos é oriunda da carga tributária aplicada aos produtos e serviços que, inclusive, impossibilita que estes sejam oferecidos de maneira mais acessível. Ou seja, tudo que o consumidor compra, parte do pagamento dele integra um percentual referente a um imposto aplicado ao referido produto ou serviço, situação, inclusive, que é desconhecida pela população. “Realmente, nós como consumidores não damos atenção a como esses impostos encarecem os produtos. Só de saber que poderíamos pagar mais barato por eles e não fazemos por causa desses impostos, é revoltante”, disse Eder de Sousa, 39, encarregado de manutenção.

De acordo com o Conselho de Jovens Empresários (Conjove), que integra a Associação Comercial do Pará (ACP), entre os produtos com maior tributação, em todo o Brasil, são os perfumes importados, com 78,99% de taxa de imposto; maquiagem, 69,53%; smartphones, com 68,76% e gasolina. com carga tributária de 61,95%. “São taxas que, se não fossem aplicadas, o consumidor pagaria bem menos por esses produtos no seu valor final. Por isso organizamos o Feirão do Imposto, que é a ação que faz com que os empresários comercializem os produtos sem imposto, mesmo que os empresários tenham arcado com os impostos”, disse João Marcelo, presidente do Conjove.

APLICAÇÃO

Entretanto, outra grande preocupação diante dos impostos arrecadados é o não revestimento desse valor em melhorias na saúde, educação, segurança, saneamento, entre outras áreas para o bem da população. “Pagamos caro em impostos em tudo que consumimos, o que deveríamos receber como retorno para melhorar a condição social do Brasil, do nosso Pará. Mas, sofremos com a carência desses serviços, o qual pagamos caros por eles”,reclama Márcio Oliveira, 42, serviços gerais.

NÚMEROS

R$ 1.501 tri - Foi o valor de impostos pagos pelos brasileiros.

R$ 23.823 bi - Foi o valor de impostos pagos pelos paraenses.

R$ 968 mi - Foi o valor de impostos pagos pelos belenenses.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS