Notícias / Polícia

CAPTURADO

Chacina do Tapanã: acusado de executar PM é preso

Segunda-Feira, 03/12/2018, 10:18:40 - Atualizado em 03/12/2018, 11:11:24 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Chacina do Tapanã: acusado de executar PM é preso  (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Michel Mafra Carneiro, 19 anos, vulgo Noinha, acusado de envolvimento na morte do sargento da Polícia Militar João Batista Menezes Dias, conhecido como Jota Batista, será apresentado nesta segunda-feira (03), na Divisão de Homicídios, no bairro de São Brás, em Belém. 

De acordo com informações da Polícia Civil, Noinha foi preso no dia 28 de novembro, no município de Santa Helena, no Maranhão. 

O preso tem mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça paraense e requerido por policiais da Delegacia de Homicídios de Agentes Públicos (DHAP). 

O CASO 

O sargento da Polícia Militar João Batista Menezes Dias foi morto a tiros, no dia 24 de novembro, quando chegava em sua residência, na rua das Hortências, em uma invasão conhecida como Capucho, bairro do Tapanã, em Belém. Ele estava acompanhado da esposa no momento do crime. Os acusados pediram para ela se afastar e efetuaram vários disparos na cabeça do policial.

Após o crime, a residência onde o PM morava foi alvo de tiros. Familiares tiveram que se mudar do local após ameaças.

Após a morte do policial, uma chacina foi registrada no bairro do Tapanã.

(DOL)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL