Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Santarém

BUSCAS

Aumenta para sete o número de mortos no naufrágio de embarcação que ia para Santarém

domingo, 01/03/2020, 22:20 - Atualizado em 01/03/2020, 23:48 - Autor: DOL


Corpos chegaram a Gurupá para serem preparados e enviados ao Amapá
Corpos chegaram a Gurupá para serem preparados e enviados ao Amapá | Via Whatsapp

O número de mortos, em decorrência do naufrágio da embarcação Anna Karoline III, no sul do Amapá (AP), aumentou para sete neste domingo (1º), segundo a Capitania dos Portos do Amapá.

 Barco que saiu de Macapá rumo a Santarém naufraga e deixa um morto e desaparecidos

O navio saiu da localidade do Porto do Grego, na madrugada do último sábado (29), no município de Santana (AP), com destino a Santarém, oeste paraense, e afundou nas proximidades da Boca do rio Jari. A embarcação tinha de 60 a 70 pessoas.

Até o momento da publicação desta matéria, cinco mulheres, um homem e uma criança, de idade e sexo ainda não reveladas, foram encontradas sem vida. Duas vítimas já foram identificadas

Outros 46 tripulantes sobreviveram ao acidente. A região do náufrago fica a 130 km de Macapá, e um local de difícil acesso e comunicação.

Nesta segunda-feira 2, as buscas serão retomadas pelo Corpo de Bombeiros e pela Capitania dos Portos. Estão no local 18 mergulhadores de resgate dos Bombeiros do Amapá e Pará, além de duas embarcações da Marinha do Brasil.

Confira a nota da Capitania dos Portos na íntegra:

A Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos do Amapá (CPAP), recebeu informações do Comando do Corpo de Bombeiros Militares do Amapá, hoje (1º de março), de que foram encontrados mais quatro corpos, totalizando sete vítimas, e resgatadas 46 pessoas com vida, entre passageiros e tripulantes, após o naufrágio da embarcação “ANNA KAROLINE III”, nas proximidades da Boca do rio Jari. As equipes da CPAP e dos Bombeiros vão retomar, amanhã (2), as buscas por possíveis desaparecidos. 

O Comando do 4° Distrito Naval, em Belém-PA, direcionou para o local do acidente o Aviso Hidroceanográfico Fluvial Rio Xingu a fim de auxiliar as buscas e uma aeronave modelo UH-15 (Super Cougar), do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte, além de mergulhadores, médicos e enfermeiros do Hospital Naval de Belém. Um inquérito foi instaurado para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente. 

A Marinha do Brasil lamenta o ocorrido e incentiva a sociedade a participar ativamente no esforço de fiscalização, informando qualquer situação que possa afetar a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e vias navegáveis ou que represente risco de poluição ao meio hídrico, por meio do Disque Emergências Marítimas e Fluviais: 185 e pelo telefone (96) 3281-5480.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS