Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

MEMÓRIA

Há 17 anos, Paysandu perdia para o Boca e dava adeus a Libertadores

sexta-feira, 15/05/2020, 14:22 - Atualizado em 15/05/2020, 13:21 - Autor: Diário Online


Comemoração do gol bicolor
Comemoração do gol bicolor | Divulgação/ Ascom PSC

Belém se vestia de azul e branco no dia  15 de maio de 2003. Cidade sem ônibus, euforia, um cenário inédito e um dos mais importantes episódios do esporte para um clube da região norte do país. 

Veja como foi a partida: 

A noite, tinha tudo para ser de glória, eram quase 60 mil bicolores no Colosso do Benguí, que mesmo com a greve de ônibus na cidade, fizeram o possível e o impossível para empurrar o time do coração naquele momento histórico. Mas, os argentinos mostraram toda sua força, e desbancaram o Papão. Venceram a partida por 4 a 2 e acabavam com o sonho dos paraenses em seguir na competição. O Boca foi o campeão da competição naquele ano.

Relembre a partida: 

O Papão foi o único clube da região norte do Brasil, até hoje, que participou da Copa Libertadores. 

A fiel bicolor fez a festa
A fiel bicolor fez a festa Divulgação/ Ascom PSC
 

FICHA TÉCNICA

Paysandu 2 x 4 Boca Juniors

Data: 15.05.2003

Árbitro: Jorge Larrionda (URU)

PAYSANDU: Ronaldo; Wellington, Gino, Jorginho e Luis Fernando (Jobson); Sandro, Bruno, Welber (Balão) e Lecheva; Iarley e Vandick.

Técnico: Dario Pereira

BOCA JUNIORS: Abbondanzieri; Schiavi, Burdisso, Crosa e Jeres; Cascini, Battaglia, Cagna (Gustavo Pinto) e Tévez; Delgado (Donnet) e Guillermo BarrosSchelotto.

Técnico: Carlos Bianchi.

GOLS: Schelotto 14'/1T (Boca), Lecheva 6'/2T (Paysandu), Delgado 12'/2T (Boca), Schelotto 22'/2T (Boca), Schelotto 25'/2T (Boca) e Burdisso 41'/2T (contra-Paysandu).
































Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS