Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

JÁ CHEGA!

'Empatite' do Paysandu só atrapalha o clube

sexta-feira, 02/08/2019, 08:49 - Atualizado em 02/08/2019, 09:30 - Autor: Onildo de Melo Lima


Hélio dos Anjos garante que equipe está em busca de ser ofensiva, mesmo com jogo fora
Hélio dos Anjos garante que equipe está em busca de ser ofensiva, mesmo com jogo fora | Vitor Castelo/Paysandu

A RBATV/Band transmite neste sábado (3), a partir das 17h, somente para as Regiões Norte e Nordeste, mais uma rodada do Campeonato Brasileiro 2019 da Série C, ao vivo, dessa vez com o jogo entre São José-RS e Paysandu. A partida é válida pelo grupo B da competição.

'Cada jogo é uma guerra', diz Hélio dos Anjos sobre partidas do Papão na Série C

Dupla Re-Pa terá maratona de jogos entre Série C e Copa Verde

RBATV vai transmitir São José-RS X Paysandu pela Série C

Sobre a preparação, os empates do Paysandu em casa, contra o Volta Redonda-RJ e o Boa Esporte-MG, resultando na perda de 4 pontos preciosos para o time bicolor, que tinha, teoricamente, a obrigação de vencer, deixaram lições ao técnico do Papão, Hélio dos Anjos. O treinador já deu o alerta a seus jogadores que não pretende ver os erros cometidos nas partidas se repetindo na reta final da fase de grupo da Série C do Brasileiro. E o primeiro teste para ver se os atletas assimilaram bem o “puxão de orelha” aplicado pelo chefe já será amanhã, contra o São José-RS, em Porto Alegre, pela 15ª rodada do certame.

“Espero que não se repita o que fizemos nos jogos contra o Volta Redonda e o Boa”, decretou o treinador. “Foi um fato isolado, mas a repetição do empate não me satisfaz”, prosseguiu. Hélio fez questão de deixar bem claro que o acúmulo de tantos empates não tem deixado ninguém contente na Curuzu. “Fica parecendo que está todo mundo aqui feliz pelo fato do time estar há 10 jogos sem perder. Não, ninguém está feliz. Não trabalhamos a nossa equipe para empatar 7 jogos como aconteceu”, declarou.

De acordo com o comandante bicolor, a equipe que comanda é treinada para jogar ofensivamente, buscando os três pontos, independentemente de onde jogue, se dentro ou fora de Belém. “Inclusive a característica da equipe não é a de ir em busca do empate”, afirmou. “Tudo o que decidimos foi pela ofensividade”, argumentou. O treinador espera que frente ao São José, a equipe volte a vencer, mesmo sabendo que o adversário é forte e ainda por cima terá o local do jogo, o gramado sintético do Passo D’Areia, como aliado.

O fato de o Papão ter se comportado bem na maioria dos jogos que fez fora de Belém dá ao treinador um forte alento para o confronto de amanhã. “Vamos em busca da vitória, da mesma maneira que fizemos em outras partidas” prometeu.

Assista à Copa Sul-Americana, Série C do Brasileirão, Série A Italiana, Ligue 1 Francesa, WTA e muito mais. APROVEITE O LANÇAMENTO DO DAZN BRASIL!

FORMAÇÃO COM BAIXAS

Hélio deixou Belém ontem sem anunciar a formação que pretende mandar a campo. Em princípio, ele alegou não ter recebido informações sobre os jogadores Tony e Thiago Primão, que saíram da partida com o Boa Esporte lesionados.

Tanto o lateral-direito como o meio-campista ficaram em Belém em tratamento médico. Além dos dois desfalques, o treinador também não conta com o lateral-esquerdo Bruno Collaço e o atacante Elielton, suspensos, o primeiro por ter sido expulso e o segundo pelo terceiro cartão amarelo.

Retrospecto recente tem vitória, empate e revés

Nas três vezes em que esteve no Rio Grande do Sul, o Papão obteve uma vitória, um empate e sofreu uma derrota, esta por 3 a 1, diante do Internacional-RS, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O resultado deixou o Papão praticamente eliminado do torneio nacional, o que veio a se confirmar na partida de volta, vencida pelo Colorado, por 1 a 0, no Mangueirão.

Nas partidas pela Série C do Brasileiro, o time bicolor derrotou o Ypiranga-RS, logo na abertura do campeonato, por 1 a 0, e mais recentemente empatou, por 1 a 1, com o Juventude-RS .

Os próprios jogadores admitem que o time tem deixado escapar os resultados pretendidos por conta dos arremates finais ao gol. “As chances estão sendo criadas, mas, infelizmente, a bola tem insistido em não entrar”, afirmou o volante Léo Baiano, após o empate, sem gols diante do Volta Redonda-RJ, partida que terminou com o placar em branco, em Belém.

O atacante Nicolas também opina. “Às vezes a gente tenta uma tabela e acaba não dando certo”, justificou.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS