Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
PARCERIA

Moda vira música na periferia 

terça-feira, 18/08/2020, 09:24 - Atualizado em 18/08/2020, 09:24 - Autor: Wal Sarges/Diário do Pará


A parceria entre os rappers Red Boy Nero e Bené com o beatmaker Erick Di resultou no single “Nike Boyz”.
A parceria entre os rappers Red Boy Nero e Bené com o beatmaker Erick Di resultou no single “Nike Boyz”. | Reprodução

A parceria entre os rappers Red Boy Nero e Bené com o beatmaker Erick Di resultou no single “Nike Boyz”, cujo videoclipe está disponível no canal da Media Catarse no YouTube. A música retrata o uso da moda, especificamente da marca Nike, frequente entre jovens nas periferias de Belém. Os rappers contam que a ideia de fazer a música surgiu de uma conversa despretensiosa entre eles, que optaram por contar suas vivências em ritmo de “drill”- que é uma das vertentes do rap oriundo de Chicago, que tem como características um estilo sombrio.

“A composição foi feita por mim e Red Boy Nero, com produção musical feita por Erick Di. Esse single é a mistura de dois gêneros musicais, o drill e o funk,e reapresenta a soma de ideias a partir do ‘lifestyle’ vivido na música pelos artistas. Durante o processo de produção, unimos essa referência da moda e marca com a música. Tanto a música quanto o videoclipe, dirigido por Gerson Rocha, retratam esse estilo e força de vontade para poder dizer um dia: ‘a periferia venceu’”, descreve o rapper Bené.

As vivências nas periferias, desde as rotinas de pessoas comuns até aquelas que tiveram envolvimento com o crime, são temáticas utilizadas tanto na música quanto no videoclipe. “No projeto são retratadas ainda a diversão e as festas, bastante presentes nos locais que os artistas cresceram e moram até hoje. O principal conceito da música se baseia em que, apesar das dificuldades do dia a dia, de quase sempre faltar dinheiro, o povo da periferia tem a capacidade de fazer acontecer”, diz Bené.

Leia mais:

Sammliz transforma crise pessoal em música 

Jornalista paraense cria festival digital para divulgar música do estado
PARCERIA

Para Red Boy Nero, esse lançamento tem um significado especial. “Esse single representa muito pra gente, pois é o nosso primeiro drill. Conseguimos reunir pessoas pelas quais temos grande admiração. Sempre tive muita vontade de trabalhar com todos os que estão envolvidos neste projeto, e agora com esse som tive a oportunidade de realizar isso”, comemora.

Com cada um dos artistas contabilizando cinco anos de atuação, esta é a primeira vez que eles se juntam e apresentam um projeto coletivo. “Estamos sempre buscando ser mais versáteis, inovando e nos adaptando ao novo”, diz Bené.

O rapper Daniel ADR diz que o trio formado para esse projeto são as suas apostas de revelação no rapper. “São três meninos muito talentosos que eu vejo muito potencial, sou realmente fã”, elogia.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS