Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
RACISMO

Vídeo: apresentador é comparado a um gorila por colega branca

quarta-feira, 28/08/2019, 16:10 - Atualizado em 28/08/2019, 17:03 - Autor: Tomas Tavares


Após comparar o colega com um gorila, a apresentadora foi duramente atacada nas redes sociais
Após comparar o colega com um gorila, a apresentadora foi duramente atacada nas redes sociais | Reprodução

Uma jornalista da emissora KOCO 5, de Oklahoma City (EUA), provocou momentos de constrangimentos ao seu colega de programa, afrodescendente, ao compará-lo com um primata. 

Alex Housden, que é branca, estava encerrando uma reportagem sobre um gorila no zoológico local. De repente, ele se vira para o colega e comenta: “Ele é meio parecido com você”.

Sem graça, o homem sorriu e concordou: “É, parece um pouco mesmo”.

Mas isso foi só o começo. A polêmica tomou conta das redes sociais e a conduta de Alex foi classificada como desrespeitosa e chocante. Muitos pediram a demissão da jornalista, que foi duramente criticada no Facebook.

“Estou chocado com o seu racismo no ar e com o seu desrespeito com um colega de trabalho e todos os afroamericanos”, comentou um internauta.

Veja mais:

Cadela é esfaqueada na cabeça dentro de faculdade

Criança de 11 anos entra em trabalho de parto dentro de escola


Mas a jornalista voltou atrás e, no dia seguinte, pediu desculpas ao colega, que aceitou profundamente, enquanto estavam no ar.

"Estou aqui para me desculpar não apenas com o meu colega de trabalho, mas com toda a comunidade. Disse algo inapropriado e feri pessoas", disse Alex, que teria chorado diante das câmeras. Mesmo assim, algumas pessoas disseram que foi “lágrimas de crocodilo”.

O apresentador também comentou que o comentário o feriu profundamente e também boa parte da comunidade.

"Quero que este seja um momento de aprendizado. A lição aqui é que as palavras importam, não há dúvida sobre isso. Estamos nos tornando um país mais diversificado e não há desculpas. Temos que entender os estereótipos. Temos que entender as origens do outro e as palavras que machucam profundamente. Temos que encontrar uma maneira de substituir essas palavras por amor e palavras de afirmação também", afirmou.

Assista:

(Com informações de EXTRA)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS