Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

REDES SOCIAIS

Homem usava identidade falsa para ameaçar e extorquir mulheres em Belém

O suspeito foi preso em flagrante nesta quarta-feira (03)

quarta-feira, 03/02/2021, 13:59 - Atualizado em 03/02/2021, 13:59 - Autor: Agência Pará


| Reprodução/Agência Pará

A Polícia Civil do Pará, por meio da Divisão de Combate à Crimes contra Grupos Vulneráveis praticados por meios cibernéticos (DCCV), prendeu em flagrante delito, na manhã desta quarta-feira (03), um homem que utilizava identificação falsa nas redes sociais, em nome de empresários, para se relacionar virtualmente com mulheres e, posteriormente, ele as ameaçava e extorquia. 

O criminoso havia marcado encontro em um ponto da cidade para receber uma quantia em dinheiro que seria o  pagamento para manter em sigilo as imagens e prints de conversas que ele tinha com  uma das vítimas. 

Na manhã desta quarta-feira, os agentes da Polícia Civil foram acionados pela vítima e mantiveram campana próximo a uma igreja evangélica, local marcado pelo indiciado. Após o encontro e entrega da quantia, os agentes abordaram o homem e deram voz de prisão. 

Segundo o delegado geral, Walter Resende, os crimes cometidos por meios cibernéticos são cada vez mais constantes e estão sendo combatidos pela Polícia Civil do Pará. 

Leia mais:

Idosa de 103 anos recebeu vacina em casa em Belém

Imagem forte: pai é suspeito de matar filha recém-nascida no Marajó

"Diariamente estamos investigamos crimes cibernéticos por meio da Divisão de Combate a esses crimes. Diante disso, conseguimos chegar ao criminoso e realizar o flagrante para que o mesmo seja penalizado pelo seu ato", afirmou Walter Resende 

O indiciado foi conduzido a unidade policial para procedimentos e será encaminhado para o Sistema Penitenciário. A pena para o crime de extorsão varia de quatro a 10 anos de reclusão, após sentença. 

A ação contou com apoio de Policiais da Divisão de Combate à Crimes de Direitos Individuais praticados por meios cibernéticos (DCDI).

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS