Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS

Justiça acata pedido do Pará por medidas de segurança a passageiros que chegarão em Belém do Suriname

sábado, 21/03/2020, 20:08 - Atualizado em 22/03/2020, 09:19 - Autor: Redação


| Agência Pará

A Justiça Federal concedeu neste sábado (21) liminar a favor do pedido feito pelo governador Helder Barbalho para a adoção de medidas judiciais em relação a chegada de um voo com brasileiros que saiu do Suriname e pousará no aeroporto de Belém na noite deste domingo (22). 

Na decisão, assinada pelo juiz federal Rui Dias de Souza Filho, foi autorizado que autoridades sanitárias do Estado realizem exames clínicos nos passageiros no momento do desembarque, e que possam determinar a quarentena de pessoas que apresentem alterações, inclusive a possibilidade de serem conduzidas a alojamento escolhido e custeado pelo Estado do Pará até o diagnóstico conclusivo para o risco de contágio pelo novo coronavírus.

A decisão ainda autoriza a "condução de passageiros que não têm como destino o Estado do Pará", como solicitado pelo governador.

No começo da tarde, através de um vídeo publicado nas redes sociais, Helder Barbalho e sua equipe disseram que foram informados sobre o voo pelo governo federal, por meio do embaixador do Brasil no Suriname. Os representantes da esfera federal, no entanto, não informaram quais medidas serão adotadas para assegurar que os ocupantes do voo não se tornem possíveis transmissores do Covid-19 para o Estado do Pará, caso haja algum caso suspeito no avião. 

“Não nos informaram qual o trabalho que essas pessoas estavam fazendo no Suriname. Não nos informaram as condições de saúde dos mesmos. Não sabemos para onde essas pessoas vão. Não nos informaram se essas pessoas estão com conexão de voos para seus destinos”, explicou Helder Barbalho. 

Na ocasião, o governador informou que já havia entrado na Justiça para garantir a segurança no Pará. “Nós não vamos correr riscos. Nós estamos aqui para proteger o nosso Estado”, declarou Helder.

Veja o vídeo com o comunicado na íntegra:

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS