Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

TEMPOS DE PANDEMIA

Governo adota medida cautelar sobre voo vindo do Suriname para Belém

sábado, 21/03/2020, 16:05 - Atualizado em 21/03/2020, 16:07 - Autor: DOL


As condições do voo e dos passageiros não foram informadas às autoridades paraenses
As condições do voo e dos passageiros não foram informadas às autoridades paraenses | Reprodução

O governador do Estado do Pará, Helder Barbalho, anunciou, na tarde deste sábado (21), que as autoridades paraenses adotaram medidas judiciais e estão em alerta com a chegada de um voo com brasileiros que saiu do Suriname e pousará no aeroporto de Belém na noite deste domingo (22). 

Por meio de vídeo, veiculado nas redes sociais, Helder Barbalho - acompanhado do procurador geral do Estado, Secretário de Saúde e de Segurança, além do comandante geral da Polícia Militar explicou que o Secretário de Segurança Pública do Pará, Ualame Machado, foi informado sobre o voo pelo governo federal, por meio do embaixador do Brasil no Suriname. 

Os representantes da esfera federal, no entanto, não informaram quais medidas serão adotadas para assegurar que os ocupantes do voo não se tornem possíveis transmissores do Covid-19 para o Estado do Pará, caso haja algum caso suspeito no avião. 

“Não nos informaram qual o trabalho que essas pessoas estavam fazendo no Suriname. Não nos informaram as condições de saúde dos mesmos. Não sabemos para onde essas pessoas vão. Não nos informaram se essas pessoas estão com conexão de voos para seus destinos”, explicou Helder Barbalho. 

O governador explicou que as autoridades paraenses ficam limitadas quanto à resolução da questão, já que é a responsabilidade pelos aeroportos é do governo federal, por isso a Procuradoria Geral do Estado (PGE) ajuizou uma medida cautelar na Justiça Federal “para obrigar o Governo Federal a dar as condições para que todos esses passageiros possam entrar em quarentena ao pousar no aeroporto de Belém”, continuou Helder. 

“Nós não vamos correr riscos. Nós estamos aqui para proteger o nosso Estado”, declarou Helder.

Veja o vídeo com o comunicado na íntegra:

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS