Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

MANIFESTAÇÃO

Alunos chamado de macaco: ato repudia racismo em escola de Belém

quarta-feira, 27/11/2019, 10:41 - Atualizado em 27/11/2019, 11:10 - Autor: Diário Online


| Via Whatsapp

Familiares, pais e ex-alunos estiveram na manhã desta quarta-feira (27) em frente a escola Disneylândia, localizada no Conjunto Maguary, em Belém, em uma grande manifestação após um aluno ter sido chamado “macaco”, “gorila” e “viadinho” pela dona da instituição.

Com cartazes em mãos, os manifestantes denunciam o racismo, homofobia e assédio moral e, pedem respeito. 

Adolescente é vítima de racismo em escola particular de Belém

O ato é em repúdio a dona da escola, uma senhora de 71 anos, acusada de racismo durante uma apresentação escolar realizada na última semana.

Ainda segundo denunciantes, a dona da escola puxou o aluno e deu um tapa nas costas dele. Tudo teria acontecido na frente de outros estudantes e de dois professores. 

Ex-alunos também denunciaram que atitudes semelhantes já haviam sido cometidas outras vezes pela dona do estabelecimento de ensino.

Polêmica sobre 'homossexualismo' em escola de Belém ganha repercussão nacional

Uma aluna firmou que foi humilhada e chamada de “vagabunda” pela senhora "por usar o short de educação física no dia errado".

A aluna acrescentou ainda, que "segundo a dona zuca eu queria parecer ‘gostosa’ para os meninos da escola. Fui obrigada a me retirar de classe pelo acontecido”.

CASO DE POLÍCIA

A respeito do caso, o DOL procurou novamente a Polícia Civil para saber se já existem registros de algum caso de racismo envolvendo um adolescente na referida escola. 

O DOL também tenta contato com a diretora da escola.

Sobre a manifestação de hoje, a Polícia Militar está a caminho do local onde o protesto ocorre.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS