Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

DESCONTROLE

Homem que agrediu cachorro responderá processo em liberdade

terça-feira, 30/07/2019, 17:05 - Atualizado em 30/07/2019, 20:27 - Autor: Redação


Alan se diz arrependido de ter agredido o cachorro e defende versão de que o animal teria tentado avançar em seu filho
Alan se diz arrependido de ter agredido o cachorro e defende versão de que o animal teria tentado avançar em seu filho | Reprodução

Após se entregar à Polícia Civil, nesta terça-feira (30), Alan Gonzaga Souza Lopes, acusado de agredir covardemente a pauladas um cachorro, apresentou sua versão do crime em entrevista à RBATV. Ele afirma que o animal iria morder seu filho e se diz arrependido do crime.

“A minha justificativa é que ele tentou avançar no meu filho. Meu filho estava brincando na rua com o carrinho e no momento em que meu filho atravessa para o outro lado do carro o cachorro vem latindo em direção a ele. Se eu não grito, ele tinha mordido meu filho. Foi então que eu puxei meu filho para dentro de casa e peguei o pau e bati nele”, afirmou Alan Gonzaga.

Questionado se arrepende da crueldade, ele afirma: “Eu me arrependo dessa agressão, poderia ter resolvido de outra forma, mas que a gente só descobre depois do ato cometido”. Ele completa dizendo que “o animal (agredido) corre atrás de pessoas que passam de bicicleta e que já mordeu a filha do meu vizinho”. Nenhum vizinho até o momento, no entanto, confirmou a afirmação do agressor.

O CASO

Policiais civis da Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA) localizaram, nesta tarde de terça-feira (30), o homem que foi filmado no momento em que usou um pedaço de pau para espancar um cachorro logo após o bicho ter urinado nas rodas do carro do agressor. Alan Gonzaga Souza Lopes se entregou à equipe policial após manter contato por telefone com o diretor da DEMA, delegado Waldir Freire, por temer represálias por causa da repercussão da divulgação do vídeo em grupos de comunicação via aplicativo de mensagens no celular. O animal sobreviveu, mas ficou com fraturas nas costelas e teve um dos olhos vazado.

As investigações sobre a agressão tiveram início logo após a equipe policial da DEMA tomar conhecimento do vídeo, mesmo sem a existência de boletim de ocorrência. Segundo o delegado Waldir Freire, o carro do agressor é um veículo Renault, de cor preta, de placas NTB 0770, que estava estacionado em frente da casa do acusado, na Avenida Ceará, bairro de Canudos, em Belém. O vídeo (imagem captada por uma câmera de monitoramento) mostra o momento em que o cachorro se aproxima do carro e, segundo relatos, teria urinado em uma das rodas do veículo. Logo em seguida, Alan aparece agredindo o bicho com um pedaço de pau. Com o espancamento, o cachorrinho cai no chão desacordada.

Diante do vídeo, policiais civis da DEMA foram até o endereço do suspeito, no início da tarde. A equipe policial constatou que a casa estava fechada e que todos moradores haviam ido embora do local com medo de represálias. Em seguida, os policiais civis seguiram para outro endereço, na tentativa de localizar o suspeito. Até que, por volta de 16 horas, Alan Gonzaga Souza Lopes fez contato com Polícia civil via telefone para intermediar sua apresentação. Alan foi encontrado no seu carro, na Avenida Independência, no bairro do Icuí, em Ananindeua. Em seguida, ele foi conduzido à DEMA, para responder processo criminal por maus tratos a animal, conforme previsto na Lei de Crimes Ambientais. O cachorro sob os cuidados de seu dono.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS