Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

SEM EVIDÊNCIAS

Wuhan não foi epicentro da pandemia, garante OMS

Comissão afirmou que a presença do novo coronavírus estava em outros mercados e em pessoas sem conexões com esse lugar; descartou também que o vírus tivesse “vazado” de um laboratório.

terça-feira, 09/02/2021, 19:48 - Atualizado em 09/02/2021, 19:52 - Autor: Com informações de Ana Estela de Sousa Pinto/Folha de S. Paulo


Comissão comandada pela OMS é formada por 40 cientistas.
Comissão comandada pela OMS é formada por 40 cientistas. | govcn/Fotos Públicas

Uma comissão comandada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e formada por 40 cientistas para descobrir o epicentro da pandemia da Covid-19 descartou, nesta terça-feira (9), que a origem tenha acontecido no mercado de frutos do mar de Huanan, cidade de Wuhan, na China.

Cientistas que anteviram colapso em Manaus preveem 3ª onda e pedem lockdown

Os cientistas estão na cidade desde 14 de janeiro, onde a Sars-CoV-2 foi identificada pela primeira vez no final de 2019. As investigações apontam que, apesar dos primeiros casos de pneumonia de causa desconhecida relacionados ao local, pesquisas posteriores mostram que o novo coronavírus estava presente em outros mercados e em pessoas sem conexões com esses locais.

RELEMBRE:

  1. China confirma 1.700 pessoas infectadas por vírus misterioso
  2. Diretor de hospital em Wuhan morre após contrair coronavírus
  3. Pará tem primeiro caso confirmado do novo coronavírus
  4. EUA abre ação contra China pela pandemia do coronavírus

Por exemplo, enquanto o primeiro contágio relatado no mercado na cidade de Wuhan ocorreu em 12 de dezembro de 2019, estudos comprovam que houve casos em 8 de dezembro em pacientes sem ligação com a feira.

 

Investigações continuam para identificar o hospedeiro animal original.
Investigações continuam para identificar o hospedeiro animal original. govcn/Fotos Públicas
 

Vazamento de laboratório

O especialista em segurança alimentar e doenças animais da OMS e presidente da equipe de investigação, Ben Embarek, descartou também que o vírus tenha saído de um laboratório.

“É extremamente improvável”, disse, tendo em vista que em visitas a laboratórios da cidade e discussões com cientistas locais apontam que “o Sars-CoV-2 não estava sendo estudado na cidade, portanto não teria como ter ‘escapado’”.

Origem desconhecida

A comissão ainda investiga três hipóteses para a origem da pandemia: a primeira de que teria sido causada por uma espécie animal silvestre para um humano.

A segunda sendo uma introdução do vírus em um espécie intermediária, mais próxima dos humanos, na qual o patógeno circulou antes de ser transmitido aos homens.

E a terceira: a presença do patógeno em alimentos, principalmente congelados.

O hospedeiro animal original, entretanto, ainda não pôde ser definido e os estudos continuam.

LEIA TAMBÉM:

Jornalista que relatou vírus na China é condenada a 4 anos de prisão

Máscara para sempre? Veja previsões para a vida pós-pandemia

China alerta para surto de pneumonia "desconhecida" mais mortal que a COVID-19

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS