Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Elas

Queda de idosos pode causar sérios problemas de saúde. Saiba como prevenir!

quinta-feira, 20/06/2019, 12:35 - Atualizado em 20/06/2019, 13:46 - Autor:


Na próxima segunda-feira (24) é celebrado o Dia Mundial da Prevenção de Quedas de Idosos, a data foi criada pela ONG britânica Help the Aged International, e no Brasil é celebrada desde 2008, com o intuito de conscientizar a população para os cuidados com as pessoas da terceira idade. Pensando nisso, o Dr. Paulo Camiz, clínico geral e geriatra, alerta sobre a importância dos cuidados preventivos com a saúde, principalmente, em decorrência de quedas que se tornam mais comuns ao público idoso.


“Manter hábitos saudáveis é um fator fundamental para envelhecer de forma tranquila, porém, após um episódio de queda a pessoa pode ficar mais fragilizada, e a tendência é que ela diminua o ritmo ou até mesmo deixe de fazer atividades simples, como andar, com medo de cair. O suporte psicológico nesse momento é fundamental para recuperar a confiança e a autoestima”, afirma o Dr. Camiz.


O relatório Global da OMS sobre prevenção de quedas para a pessoa idosa relata que a frequência das quedas em pessoas acima de 65 anos é de aproximadamente 28% a 35%, aumentando uma proporção para 32% a 42% para a faixa etária com mais de 70 anos.  A cada 15 segundos, um idoso é atendido em um serviço de emergência em decorrência de uma queda, e a cada dez idosos que procuram pelo serviço médico, três precisam ser internados. Segundo dados do Ministério da Saúde, dentre as complicações mais graves estão fraturas, principalmente de fêmur, e traumatismo craniano. Estudos mostram, ainda, que 30% dos idosos sofrem quedas e 75% dessas quedas acontecem dentro das próprias residências.


O especialista comenta ainda que exercícios físicos específicos podem colaborar bastante na resistência física na terceira idade, “Costumo dizer que a atividade física ideal tem que te preparar para as suas necessidades cotidianas, no caso do idoso, ele precisa fazer muito bem atividades curtas como caminhar, subir e descer escadas, sair da cama, tomar banho e etc. por isso, a musculação associada a exercícios de equilíbrio, ajudam a prevenir quedas. E a musculação deve seguir uma ordem crescente de prioridade, primeiro fortalecer as pernas, para carregar o peso do próprio corpo, depois fortalecer as costas para manter uma boa postura e o abdômen para ajudar as costas”, explicou.


Leia mais:



PREVENÇÃO


Dentro de casa, algumas mudanças simples podem fazer toda a diferença: mantenha casa bem iluminada e instale interruptores em locais de fácil acesso para não precisar caminhar no escuro para acender a luz, tenha cuidado com tapetes no caminho, procure manter os móveis numa disposição que favoreça a livre circulação, no banheiro use tapetes antiderrapantes e barras para maior segurança e apoio, deixe todos os objetos de uso habitual em locais de fácil acesso para não precisar subir ou descer escadas para alcançá-los.


Procurar o médico somente quando surge algum desconforto, acidente ou doença pode ser um problema no futuro, “O acompanhamento médico regular também faz parte do trabalho preventivo e é um dos pilares para um envelhecimento saudável”, completa o geriatra.


(Com informações da Assessoria)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS