Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

VIOLÊNCIA

Mãe relata últimas palavras de menina morta por PM: "Tchau, mãe. Estou indo, não vou aguentar”

Policial, que não teve a identidade revelada, caiu em contradição em depoimento. Mãe de Ana Clara afirma que não havia troca de tiros quando a filha foi atingida e ouviu um PM dizendo a outro: "você fez besteira"

quarta-feira, 03/02/2021, 13:43 - Atualizado em 03/02/2021, 14:01 - Autor: Com informações de Fórum


| Reprodução

Um cabo da Polícia Militar, que não teve o nome divulgado, foi preso nesta terça-feira (2) pelo assassinato da menina Ana Clara Machado, de 5 anos, que foi baleada quando brincava na porta de casa, na comunidade Monan Pequeno, em Niterói, região metropolitana do Rio.

Adolescente suspeito de decapitar vítimas no Pará morre em troca de tiros com PM

O disparo foi efetuado por uma equipe da PM, que alega que estava fazendo patrulhamento para verificar informações sobre roubos de veículos e carga. Os policiais dizem ter revidado após serem surpreendidos por cinco suspeitos, que atiraram contra eles.

Cristiane Gomes da Silva, mãe de Ana Clara, afirma que não havia troca de tiros quando a filha foi atingida e ouviu um PM dizendo a outro: “você fez besteira”.

“Eles simplesmente subiram, tinha dois meninos sentados mexendo no celular. Um se rendeu, e o policial continuou dando tiro. De lá mesmo, ele conseguiu acertar minha filha. O menino continuou falando ‘sou morador, sou morador’. Eu corri para ver minha filha que estava no chão. Ele foi falar com o menino e um policial falou para o outro ‘você fez besteira, você fez besteira’”, contou Cristiane ao portal G1.

Ana Clara foi colocada junto com a mãe na viatura, mas a menina não resistiu e morreu nos braços de Cristiane.

“Eu falei na viatura que ele tinha matado a minha filha, eles ficaram falando que não. Minha filha estava agonizando. Até que minha filha me olhou, acho que ela se despediu de mim. Acho que foi tipo ‘Tchau, mãe. Estou indo, não vou aguentar”. Ela tentou, mas não deu”.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS