Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Brasil

ELEIÇÕES 2020

Urna é quebrada após eleitor usar caneta para não tocar em teclas

A urna teve de ser substituída e gerou atrasos na seção eleitoral.

domingo, 15/11/2020, 15:34 - Atualizado em 15/11/2020, 15:34 - Autor: Com informações Correio24horas.com


| Reprodução

Um eleitor danificou um dos botões da urna eleitoral ao usar uma caneta para votar na Escola Municipal Sergio Hernani, em Rio Claro (SP), na manhã deste domingo (15). A urna teve de ser substituída e gerou atrasos na seção eleitoral.

Em entrevista, o chefe do cartório da 288ª Zona Eleitoral, Alexandre Sanches, disse que o uso da caneta é apenas para assinar o comprovante de votação e que há risco de quebrar a mola das teclas.

O que levar para votação?

A Justiça Eleitoral recomenda que, se possível, o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação, de modo a evitar o compartilhamento de objetos e a disseminação da Covid-19.

O eleitor que já fez o cadastro biométrico pode, caso prefira, utilizar o aplicativo e-Título para se identificar, precisando mostrar somente a tela do celular ao mesário. A ferramenta digital dispensa que o eleitor porte qualquer documento em papel.

O eleitor também pode levar a "cola" na hora de votar, com os números de seus candidatos. Vale lembrar, porém, que não é permitido portar o aparelho celular dentro da cabine de votação. Por isso, se for mesmo necessária, o melhor é levar a cola em papel. 

Dentro da cabine, também são proibidos máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação ou quaisquer instrumentos que possam comprometer o sigilo do voto. Esses aparelhos devem ficar retidos com o mesário enquanto o eleitor vota.

LEIA TAMBÉM!


A Justiça Eleitoral deverá fornecer álcool gel aos eleitores. O previsto é que também haja álcool 70% disponível para higienização de superfícies.

Os organizadores da eleição não incentivam o uso de luvas, seja por mesários ou eleitores, sob o argumento de que o item desencoraja a higienização frequente das mãos e ainda pode se tornar um vetor de transmissão de covid-19, no caso de descarte inadequado.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS