Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

DESAFIOS

Remo vai encarar adversários 'de peso' na reta final da Série C e Copa Verde

sexta-feira, 02/08/2019, 08:38 - Atualizado em 02/08/2019, 09:26 - Autor: Matheus Miranda de Oliveira


Sufoco azulino na partida mereceu vaias por parte da torcida e críticas por parte do técnico Márcio Fernandes
Sufoco azulino na partida mereceu vaias por parte da torcida e críticas por parte do técnico Márcio Fernandes | Fernando Araújo

No pós-jogo de ontem, o treinador Márcio Fernandes não fez questão de amenizar a atuação pífia da equipe do Clube do Remo na derrota para o Tombense, por 2 a 0, ao reconhecer os dois pontos fundamentais que ficaram claros no desenvolvimento do duelo: o merecimento adversário e a limitação azulina.

Assista à Copa Sul-Americana, Série C do Brasileirão, Série A Italiana, Ligue 1 Francesa, WTA e muito mais. APROVEITE O LANÇAMENTO DO DAZN BRASIL!

Com a queda no Mangueirão, o comandante foi incisivo na sua observação. “Não jogamos nada. Não merecíamos outra sorte. O Tombense soube aproveitar os espaços. O Vinícius ainda defendeu umas bolas. Poderia ter sido pior”, reconheceu o comandante.

PRÓXIMOS JOGOS

O resultado negativo fará com que o Leão entre no jogo frente ao Volta Redonda-RJ, fora de casa, ressabiado, uma vez que o adversário em questão é outra que briga pela classificação e atual líder, além de ter a melhor campanha do chaveamento neste returno da competição.

Veja imagens de Remo x Tombense

Márcio Fernandes lamenta derrota e dá recado. 'Tem que jogar mais, agora'

RBATV vai transmitir São José-RS X Paysandu pela Série C

Ainda de acordo com Márcio Fernandes, a única solução é esquecer a derrota doída e buscar a vitória a qualquer custo. “Foi realmente a derrota mais dolorosa, porque não esperávamos ela. Tínhamos tudo para sair com a vitória para encaminhar a classificação. Ela veio amarga, mas sabemos que temos jogar no nosso limite agora se quisermos vencer”, observou.

Antes da partida pelo Nacional, o Remo irá fazer a sua estreia na Copa Verde, no próximo dia 6, diante do Sobradinho-DF. A virada de chip é a oportunidade para a equipe voltar a vencer e recuperar a confiança para dar sequência no anseio à classificação na Série C.

Reação azulina foi lamentar e pedir desculpa

Diferentemente do que era apresentado no 1° turno desta Série C, no returno, o Clube do Remo tem dado liberdade para que os adversário se sintam tão a vontade nos gramados, em Belém, ao ponto de se portarem como os reais mandantes. Contra o Tombense, a equipe mineira deitou e rolou diante do Leão, ontem à noite.

Frustrados pelo resultado e pela atuação apresentada no Mangueirão, poucos jogadores deram voz na tentativa de explicar a péssima partida, que poderia fazer com que a agremiação dormisse na liderança do chaveamento.

O goleiro Vinícius, capitão, chamou a responsabilidade e comentou a respeito do episódio. “A gente agradece o apoio da torcida e pedimos desculpas. Hoje foi um dia que jogamos muito mal, demos espaço, erramos muito passe. E quando você joga um jogo muito ruim como esse, não tem outro resultado que não seja a derrota. Agora é cada um assumir a sua parcela de culpa”,pontuou o arqueiro.

O volante Djalma reiterou a situação, ao analisar de forma correta que o Remo foi engolido pelo adversário. “Não conseguimos jogar, marcar. O time deles conseguiu neutralizar a gente. Infelizmente não deu, mas agora é resgatar as forças para o jogo importante que é o contra o Volta Redonda-RJ”, pontuou, sobre o compromisso da 16ª rodada do Brasileiro da Série C, marcado para às 20h do próximo dia 9, no Raulino de Oliveira.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS