Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte

PAYSANDU

Brigatti prepara equipe para encarar melhor mandante da Série C

Brigatti estuda a melhor forma de mandar o seu time a campo no jogo de segunda-feira contra a equipe do Londrina

terça-feira, 29/12/2020, 09:04 - Atualizado em 29/12/2020, 09:04 - Autor: Tylon Maués/ Diário do Pará


Técnico bicolor sabe que a missão será árdua
Técnico bicolor sabe que a missão será árdua | Divulgação/ Ascom PSC

O confronto de volta com o Londrina-PR, na próxima segunda-feira, promete ser mais complicado do que foi no sábado passado. As dificuldades do quadrangular dentro do Grupo D foram comentadas pelos bicolores, que têm nesse jogo da semana que vem uma verdadeira decisão. Uma vitória deixa o Papão numa situação muito boa, um empate mantém a situação como está, ao passo que uma derrota complica tudo. O desafio será grande, pois o Tubarão é o melhor mandante de toda a Série C.

Artilheiro: média de gols de Nicolas pelo Paysandu aumenta em 2020

Mateus Anderson não espera um cenário diferente no interior paranaense, com o empate entre os bicolores sendo disputado em clima de decisão. “Foi um jogo difícil contra o Londrina. Tem que enaltecer a vitória. Mas é um campeonato difícil. Adversário qualificado. Todos os jogos são importantes. Agora é manter o foco, procurar melhorar, aproveitar a semana cheia de trabalho, ser positivo e conseguir o resultado (fora de casa) que será muito importante”.

O técnico do Paysandu é da mesma opinião, afirmando que o nível da disputa aumentou consideravelmente por causa dos times que restaram. “Os jogos são mais difíceis porque são decisivos e os adversários são mais fortes”, afirmou João Brigatti, que para essa partida mais uma vez não deve contar com o volante Anderson Uchôa e o atacante Uilliam Barros, mas poderá ter de volta o volante Serginho, que cumpriu suspensão automática. O treinador sabe que as ausências contam, mas prefere exaltar quem está à disposição.

“Não falo sobre as ausências, nosso elenco tem dado conta do recado. Óbvio que alguns atletas fazem falta, mas não posso ficar lamentando e sim enaltecer o elenco”, confirmou Brigatti, que citou o desgaste geral da temporada para ressaltar as dificuldades nos jogos dentro do Grupo D. “O que pesou foi a temporada toda. Temos que registrar que passamos o Natal na concentração, trabalhando forte. A qualidade dos jogos melhorou, com os adversários mais fortes. Isso gera um desgaste natural a todos”.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS