Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Esporte

RECEIO

Volante azulino se diz apreensivo com retorno do futebol em meio a pandemia

sexta-feira, 22/05/2020, 08:33 - Atualizado em 22/05/2020, 08:33 - Autor: Matheus Miranda/ Diário do Pará


Djalma ressalta cuidados de segurança que serão necessários para quando futebol retornar
Djalma ressalta cuidados de segurança que serão necessários para quando futebol retornar | Divulgação/ Ascom Clube do Remo

Mesmo sem qualquer definição oficial programada para o retorno das competições de futebol, as autoridades de saúde os envolvidos no desporto já alinham medidas e protocolos para um regresso gradativo do esporte local. Dessa maneira, os atletas, que estão sedentos para voltarem aos gramados destacam que, apesar do receio natural que envolve o novo coronavírus, estão preparados para dar 100% de si, conforme demonstra o volante Djalma, do Clube do Remo.

Assim como os companheiros de elenco, Djalma tem seguido à risca as orientações de atividade física que recentemente foi montada pela comissão técnica azulina. O objetivo é que o plantel mantenha um nível físico adequado nesse período sem jogos. Contudo, tal fator será o principal prejudicado quando as competições forem reiniciadas, na análise do defensor. “Tenho certeza de que é a parte física, porque a parte técnica cada um tem a sua qualidade, então vai conseguir sobressair. Estamos fazendo um trabalho em casa, individual, mas não é a mesma coisa. Creio que vamos sofrer bastante com isso”, avaliou.

Um dos líderes do time azulino e dos mais experiente no grupo, Djalma, hoje com 30 anos, comentou também sobre o fator idade que pode pesar após esse tempo afastado do ofício. “A preocupação e a ansiedade de voltar a treinar é muito grande para nós atletas. Praticamente estamos perdendo um ano e é um ano que vamos ficar mais velhos. No futebol é muito diferente do que em outras áreas. Esperamos que volte logo”, destacou.

CONDIÇÕES IGUAIS

Se encaminhando para a segunda semana de atividades montadas exclusivamente para esse momento de isolamento social, o jogador visualiza que todas as equipes estarão niveladas, salvo raras exceções. “Acho que nenhuma equipe vai voltar na frente da outra, mesmo fazendo o trabalho em casa. Claro que um ou outro jogador vai se sobressair porque está fazendo um trabalho diferente e melhor. Mas, no geral, todos os times estarão no mesmo nível físico”, acredita Djalma.

RECEIO

Na expectativa de voltar a defender as cores do Leão e de encerrar a temporada com o aceso à Série B, o volante confirmou que a preocupação com o novo coronavírus ainda é algo real, independente da liberação ou não das atividades. Porém, esse é um esforço que precisa ser feito. “Não só para nós atletas, mas todo mundo se preocupa sim com esse vírus. As máscaras e o álcool em gel vão ser determinantes daqui para frente. Ficamos preocupados, mas somos pais de família e precisamos do nosso trabalho. Temos que colocar a cara a tapa, vai ser complicado, mas com a ajuda de todos vamos voltar a fazer o que gostamos”.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS