Notícias / Brasil

HISTÓRIA INCRÍVEL

Policial escreve livro sobre a vida da travesti Dandara, morta brutalmente

Quinta-Feira, 21/02/2019, 12:10:22 - Atualizado em 21/02/2019, 12:18:51 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Policial escreve livro sobre a vida da travesti Dandara, morta brutalmente  (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Morta de forma brutal em fevereiro de 2017, a travesti Dandara dos Santos tem sua vida contada em livro, que foi feito por uma amiga polícial civil, no Ceará.

A história de vida de Dandara dos Santos, ganhou páginas em um livro com o título de "Casulo Dandara". E tem como autora a policial civil e amiga Vitória Holanda, inspetora que participou das investigações do crime de ódio. 

"Quando aconteceu o homicídio, passou todo um filme na minha cabeça do que a gente viveu. Para quem eu contava a vida dela, as pessoas diziam que dava um filme. Ela já foi para São Paulo, foi aliciada para a prostituição, pegou aids, foi estuprada, mas era alegre, feliz, gostava de brincar, não tinha tristeza alguma apesar de tanto problema", lembra Vitória.

Os comentários falsos e de cunho maldoso na web, diziam que Dandara além de ter envolvimento com facções criminosas, também vendia drogas. O que foi suficiente para que a policial decidisse que tinha que contar quem era e como era a vida de Dandara.

O livro começou a ser escrito no final do ano passado e em janeiro deste ano, agora está em fase final em processo de revisão e correção. O lançado é previsto para agosto, durante a Bienal do Livro do Ceará.

Entenda:

Em fevereiro de 2017, um vídeo circulou na intenet e revoltou a todos. O conteúdo era o espancamento, apedrejamento, tortura e baleamento de Dandara. 

O crime brutal foi filmado e compartilhado nas redes sociais, o que gerou comoção e até repercussão internacional e tornou visível a violência contra travestis e homossexuais no país.

(Com informações do Portal Tribuna do Ceará)





Comentários

Destaques no DOL