Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Viral

Esposa de pastor simula sequestro e foge com filho para viver com amante

terça-feira, 28/05/2019, 14:57 - Atualizado em 28/05/2019, 15:37 - Autor:



Um pastor evangélico, morador da cidade de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, no Mato Grosso, viveu dois sustos no último final de semana: primeiramente, a mulher dele afirmou que havia sido sequestrada junto com o filho do casal; depois, a polícia e a pastor descobriram que, na verdade, o sequestro era uma farsa e que a mulher havia fugido para mudar de cidade com um amante.


De acordo com o portal “O Livre”, de Cuiabá,, a história começou no último sábado (25). Quando chegou à própria residência, por volta de 12 horas, o pastor não encontrou a esposa, de 36 anos, e seu filho de um ano e quatro meses. Os dois moravam em uma comunidade, dentro de um distrito da cidade de Cáceres.


Uma vizinha disse que viu a mulher saindo em alta velocidade no carro dela, um Voyage 1.6 branco, ano 2019. O homem decidiu ligar para a mulher, que atendeu e falou que estava em uma praça de Cuiabá e que tinha sido sequestrada por um rapaz (que seria usuário de drogas) contratado há algum tempo para prestar serviços ao pastor. Segundo a mulher, o suposto sequestrador também teria levado o filho do casal como refém. Em seguida, ela desligou a ligação.



Desesperado, o pastor ligou novamente, a esposa atendeu e disse somente que o suposto sequestrador estava “muito louco” e que eles estavam atravessando a cidade de Jangada (localizada a 75 km de Cuiabá).


O pastor, então, procurou a polícia e comunicou o sequestro da esposa e do filho. Os agentes iniciaram as buscas pelas supostas vítimas e o acusado de ser sequestrador, de 35 anos, tendo como base de busca a placa do carro da mulher. O carro foi encontrado na madrugada no domingo (26), por volta de 2h40, no centro de Tangará da Serra (250 km de Cuiabá).


Uma equipe da Polícia Judiciária Civil parou o veículo e foi conversar com a suposta vítima que, imediatamente, confessou que o sequestro era uma farsa inventada para esconder a verdade: ela e o “sequestrador” viviam um caso amoroso.


Segundo o relato da mulher, o casal de amantes decidiu fugir para morar em outra cidade e dar início a uma vida juntos, inventando o sequestro para o marido dela. O caso foi registrado como ocorrência atípica, de natureza diversa, e os amantes foram levados para a delegacia.


(Com informações do portal O Livre)


 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS