Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
Viral

Paraense aproveita alagamento para pescar dentro de casa. Veja o vídeo!

sexta-feira, 22/03/2019, 19:48 - Atualizado em 22/03/2019, 20:21 - Autor:


Ao invés de reclamar dos alagamentos provocados pelo período de marés altas, vários paraenses decidiram simplesmente se divertir com a caótica situação, levando ao pé da letra o ditado “é melhor rir do que chorar”.


Alguns vídeos que circulam pelas redes sociais viralizaram, muito devido ao absurdo da situação. O DOL selecionou dois deles, para você, leitor, também se divertir.



O primeiro é de um morador não identificado que, com sua sala de estar completamente tomada pela água, em um estado onde não dava sequer para ver o piso, decidiu pescar no ambiente. Sentado “de boa” em seu sofá e munido de uma vara de pesca, o paraense conseguiu fisgar uma arraia. História de pescador? Veja:



O segundo, e não menos cômico, mostra a doçura infantil, capaz de tirar felicidade de momentos como esse. Com a residência engolida pela água, dois meninos aproveitam para nadar. Ignorando todos os riscos, a dupla dinâmica percorre a nado todos os cantos da simples palafita, tão característica de nosso povo ribeirinho. Veja:



O DOL selecionou outros vídeos mostrando os desafios dos paraenses com os alagamentos. Na arthur Bernardes, houve mototaxista que virou "canoístataxista". Veja:




Marés Altas e Alagamentos do Inverno Amazônico



O período de marés altas característicos do período de inverno amazônico e suas fortes chuvas atingem diversos municípios do estado. Em alguns casos, como na cidade de São Domingos do Capim, no nordeste paraense, 250 famílias ficaram desabrigadas. Em Belém a situação também é de alerta. A região do Ver-o-Peso e os bairros próximos enfrentam alagamentos excepecionais, mais intensos do que em anos anteriores, segundo moradores. Em Icoaraci, a orla do distrito foi completamente tomada pela água na tarde de ontem. Em Salinópolis, a violência da maré assustou. Em Jarumã, o período de maré alta é o maior registrado em pelo menos 20 anos. Veja:




(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS