Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
Viral

'Pantera negra' é registrada pela primeira vez após mais de 100 anos; veja o vídeo e fotos

quinta-feira, 14/02/2019, 18:27 - Atualizado em 14/02/2019, 18:27 - Autor:


Segundo a crença popular, quando um gato preto atravessa o seu caminho pode ser sinal de má sorte. Mas não foi o caso do fotógrafo britânico Will Burrard, especialista em vida selvagem, que se tornou o primeiro a registrar a aparição de um leopardo negro africano em mais de um século. A única evidência de um animal como esse é datada de 1909, em uma foto feita em Adis Abeba, na Etiópia.


A espécie também é conhecida como “pantera negra”. Nas imagens, é possível admirar a pelagem escura, resultado do melanismo. O fenômeno é o oposto do albinismo e se caracteriza pela produção excessiva de melanina no corpo do animal. Melanina é o pigmento que é responsável pelo escurecimento natural da pele.


A aparição chamou atenção de outros profissionais da biologia e amantes de animais, que pesquisadores do Zoológico San Diego foram atrás do animal até conseguirem produzir fotos e vídeos.


Sob a luz do dia, o pelo parece ser completamente negro. Mas as imagens em infravermelho mostram os icônicos padrões das pintas que os leopardos têm. Os especialistas dizem que esses felinos têm maior variedade do que qualquer outros animais do gênero, mas as observações de melanismo são raras.


“Enquanto passava as imagens na câmera, fiz uma pausa (…) e vi um par de olhos cercados pela escuridão… um leopardo negro! Eu não conseguia acreditar e demorei alguns dias até que me desse conta de que alcancei meu sonho”, escreveu o fotógrafo em seu blog, após revelar que foram dias sem sucesso.


Veja:





(Com informações de Metrópoles)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS