Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$
Viral

Noivos chamam os convidados para 'tomar uma' em boteco depois do casamento

sábado, 12/01/2019, 20:12 - Atualizado em 12/01/2019, 21:35 - Autor:


Que tal 'trocar' uma festa de casamento por uma viagem?! Foi a opção que o casal Jéssica e Matheus encontram para realizar o grande sonho que era casar. 


E ao ínves de convidados, comidas, bebidas, músicas e uma recepção em um lugar glamuroso, o casal comemorou o grande dia com cerveja de garrafa, tiras de bacon e hámburguer. 


O gasto no boteco e na lanchonete não chegou aos R$ 40 reais. Tudo isso sabe porque!? O casal queria economizar para a tão sonhada lua de mel. 


Depois do 'feliz para sempre', na igreja em Mogi das Cruzes, em uma cerimônia com 200 pessoas, os noivos chamaram os convidados para 'Tomar uma'.



Segundo a noiva, alguns convidados acharam estranho e ignoraram o convite. 


Os dois comentaram que até chegaram a pensar em uma festa para recepcionar os amigos e a família, mas os gastos seriam bem mais altos que a viagem que o casal pretendia fazer. 


'Iríamos gastar coisa de R$ 50 mil, sendo que tem festas que chegam até R$ 100 mil. No nosso casamento gastamos cerca de R$ 23 mil, somando músicos, decoração, trajes e foto. Para a viagem levamos R$ 15 mil para 15 dias em Portugal. Isso não chega aos pés dos gastos que teríamos com uma festa', conta a noiva.


Apenas umas 15 pessoas aceitaram 'tomar uma', e além do público, o dono do bar, que é amigo do pai da noiva, ficou animado com a visita dos recém-casados e quis até tirar foto com o casal.



 


Se em uma festa de casamento “normal” a decoração fica por conta de flores e luzes, a festa de Jéssica e Matheus teve camisetas de times penduradas na parede e pratos e copos secando na pia do bar como plano de fundo para as fotos. Veja! 



'Ou era a festa ou a era viagem. Não pensei duas vezes em escolher a viagem', diz a noiva Jéssica Mello Nascimento, de 28 anos. A noiva, aliás, conta que não sonhava tanto com a festa, e sim, se preocupava mais com a cerimônia religiosa e em ter o passaporte em mãos.


O noivo, Matheus Henrique Constantino dos Santos, de 29 anos, acredita que a escolha foi para aquilo que era essencial.


O motorista do Chevrolet Bel air, que também entrou na festa no bar, ainda levou os noivos para dar uma volta pela cidade e continuar a comemoração do casamento.


E dessa vez, a segunda parada, a dois, foi na hamburgueria preferida do casal. 


Após a ressaca do casamento, a viagem tão esperada chegou e os noivos puderam desfrutar de cidades maravilhosa de Portugal. 


'O que importa para a gente é manter a essência do casal. Muitas vezes o pesoal se esquece do motivo do casamento, que é a benção de Deus e o amor', disse a noiva. 


(Com informações do Portal Oitomeia)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS