Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
Viral

Boate faz 'rifa' de R$20 e sorteia atriz pornô para noite de sexo

quinta-feira, 25/10/2018, 11:59 - Atualizado em 25/10/2018, 12:12 - Autor:


O último sábado (20) foi 'animado' na  na boate Paraíso Brasília Club, que promoveu a "Sexy Friday", considerada “a festa liberal mais bombada de Brasília”, segundo o perfil do evento. O motivo? A atriz pornô Luna Oliveira foi “rifada” por apenas R$20. O vencedor teria o direito de fazer sexo com ela, que também trabaha como garota de Programa na cidade.


 




 


A identificação do comprador era anotada no papel, ao lado do nome da escolhida. Pelo menos duas mulheres seminuas circulavam pelo salão da boate com cestas lotadas de tíquetes da rifa. Elas ofereciam aos frequentadores do local a compra dos bilhetes. Já eram quase 4h quando o dono da festa iniciou o sorteio.


 




 


“Aqui dentro, debaixo dessa parte preta, tem um nome de mulher. A pessoa que tiver comprado esse nome ganha o sorteio. Pode escolher entre passar a noite no flat dela, no Sudoeste, ou num motel, com tudo pago”, explicava.


 




 


RIFA DEU PREJUÍZO


 O organizador da festa, identificado somente como Michael, alegou que não teve lucro com a venda dos bilhetes. Segundo ele, o programa com Luna custa R$ 500. Ela vendeu só quatro rifas, arrecadando R$ 80.


 




 


“Como a ideia foi toda dela, a dançarina aceitou o risco de lucrar menos. Se tivesse ganhado mais, seria tudo dela também. A rifa é só um jeito de proporcionar a alguém da festa um encontro com uma mulher daquelas por R$ 20. Não ganhamos nada com isso”, explicou.


 




 


A polêmica envolvendo o sorteio, contudo, não teria a anuência dos donos da boate. De acordo com a gerente da Paraíso Brasília, identificada como Lu, a casa não tem conhecimento sobre a rifa. “Funcionamos há mais de 20 anos e apenas alugamos o espaço para festas terceirizadas. Abominamos prostituição e não temos nenhum envolvimento com essa prática”, informou à reportagem.


(Com informações do portal Metrópoles)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS