Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
POLÊMICA

Vídeo mostra homem espancando e intimidando crianças. Assista!

quarta-feira, 29/07/2020, 15:55 - Atualizado em 29/07/2020, 15:55 - Autor: Com informações de Mirror


| Reprodução

Um vídeo mostra um homem batendo repetidamente em uma criança que estava em uma cadeira.

Ele coloca o menino na posição horizontal e começa a bater violentamente nas nádegas do garoto.

Há uma menina também ao lado da criança e o homem diz “sente-se”, enquanto aponta para o rosto dela.

O vídeo foi compartilhado várias vezes pelas redes sociais e deixou pais chocados com a dureza da punição.

Uma pessoa twittou: "Isso é nojento e qualquer pessoa que o perdoe também é nojento. Se você precisa bater em seus filhos para fazê-los ouvir, você é o problema".

Outro condenou o comportamento: "Sim, está errado. Bater não resolve nada. Isso faz com que você tenha medo de alguém. Esse tipo de medo não é dos pais. Só porque seus pais fizeram isso com você, não está certo. Existem maneiras melhores de se comunicar do que pôr as mãos em alguém, especialmente em uma criança”.

Mas houve quem defendesse o homem. Uma pessoa twittou: "Certo. O trabalho dele não é ser amigo deles. É prepará-los para o mundo real para que eles possam navegar sem a proteção dele”. “A dor ensina o que NÃO se deve fazer”, disse outro.

Veja mais:

Ladrões são recebidos a bala durante tentativa de roubo em lanchonete 

Injetável, gotas ou nasal? Como deve ser a vacina do novo coronavírus


As imagens também chamaram a atenção de estrelas do esporte.

O ex-atleta Jay Albert twittou: "Foi o que meus pais fizeram comigo e eu participei de duas equipes em finais olímpicas”.

O boxeador profissional Jamel Herring acrescentou: "Peguei ‘o meu’ quando criança ... mas aqueles gritos em público não só o envergonham, mas também fazem com que você aja”.

O vídeo também levantou um debate sobre se o estalido deveria ter acontecido em público.

Um tweet dizia: "Foi assim que fui criado, meus pais, avós, e assim por diante. Eu me tornei bem respeitoso com todos. MAS, uma punição tão ruim em público? Eu nunca faria isso”.

Veja o vídeo:


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS