Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Tuédoidé? / Nonsense

Nonsense

Saiba a verdade sobre a mulher que obrigou ladrão a manter relações com ela por 3 dias

quarta-feira, 23/01/2019, 11:36 - Atualizado em 23/01/2019, 13:53 - Autor:


Um boato sobre uma mulher que obrigou um ladrão a manter relações sexuais com ela por três dias, no Tocantins, tem ganhado bastante repercussão na web nos últimos dias.



Entretanto, esse tipo de informação, faz com que nós jornalistas tenhamos que conviver com todos os tipos de absurdos, enquanto desempenhamos a tarefa diária de informar, e também de desminitir essas "histórias", mas algumas vezes, ainda somos surpreendidos. Acreditem.


Uma das notícias que será desmentida hoje é daquelas que nos deixam abismados. De acordo com uma postagem compartilhada em diversas páginas e perfis do Facebook, uma tentativa de assalto teve um fim inusitado em Tocantins. A informação de que uma mulher, após ter seu salão invadido, obrigou o ladrão a manter relações sexuais com ela durante três dias, causou na redes sociais.


Confira a história:


Após ser roubada, mulher obriga ladrão a manter relação sexual com ela. Uma mulher identificada como Mônica Santos, de 28 anos, está sendo acusada pela justiça de tortura e carcere privado, após prender e obrigar um ladrão que invadiu seu estabelecimento comercial a manter relações sexuais.



Segundo informações, Jonas Texeira, de 32 anos, invadiu um salão de beleza na cidade de Pontal, interior do TO, armado. Depois de recolher a renda, ele foi surpreendido pela cabedeleira que é faixa preta de caratê. Ao entrar em luta corporal com o homem, ela conseguiu pegar a arma e logo amarrou as mãos do assaltante com o fio elétrico de um secador de cabelos. […]


Apesar de bizarra, a história realmente está fazendo sucesso nas redes sociais. Já atingiu 12 mil comentários e 13 mil curtidas. No entanto, será que é verdade? Não é! Agora vamos entender melhor.


Analisando o conteúdo da mensagem, já identificamos caraterísticas de boatos. O tom sensacionalista, ausência de fontes confiáveis e erros de ortografia, são características que encontramos na história.


Ao investigar o conteúdo, as coisas vão ficando mais óbvias. A informação foi publicada em um site conhecido, que somentes nas últimas semanas, divulgou duas "histórias", também mentirosas. Uma sobre um idoso ganhador da mega sena supostamente morto sufocado pela namorada e outra sobre um mexicano morto a facadas após judiar de um cachorro. Só conteúdo "bom", para não dizer ao contrário, não é?



Já na imprensa ou em sites confiáveis não encontramos nenhum relato relacionado a isso. Utilizando palavras chave no Google só aparecem replicações da postagem original em outras páginas e pequenos sites, também não muito fiéis à realidade.


A foto da mulher, trata-se de uma imagem que também ja havia sido utilizada em outro boato, o de uma professora que tinha relações sexuais com alunos em troca de nostas altas. A foto pertence à venezuelana Ysmara Tatiana Martinez e vem sendo utilizada em boatos desde 2017. 


Ou seja, É MENTIRA que uma mulher no Tocantins obrigou um ladrão a ter relações com ela por três dias. Essa mesma história foi publicada por uma página de notícias falsas e usa a imagem de uma pessoa que não tem nada a ver com o Brasil. Portanto, é boato, é fake news.


(Com informações do Portal Boatos.Org)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS