Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Tuédoidé? / Curiosidades

Curiosidades

Artista cria obra de arte gigantesca simbolizando união para a Bienal de Veneza

sexta-feira, 21/06/2019, 18:00 - Atualizado em 21/06/2019, 18:00 - Autor:


O escultor italiano Lorenzo Quinn elaborou um trabalho belíssimo para a 58ª Bienal de Arte de Veneza. A escultura consiste em seis gigantescos pares de mãos se unindo em meio à exuberante paisagem da cidade, que é um dos principais destinos turísticos do mundo.

Em 2017, o artista já havia feito uma escultura chamada “Support”, que se trata de duas mãos gigantes “segurando” um prédio (O artista parece gostar muito de mãos, não é mesmo?). Seu mais novo trabalho possui 15 metros de altura e 20 metros de largura.  Building Bridges (construindo pontes, em tradução livre) é uma peça que celebra a união de continentes e é uma adição impressionante à cidade, que abriga a 58ª Bienal de Veneza.

Lorenzo Quinn é um escultor italiano que produz belíssimas esculturas, e a mais recente chamou bastante atenção. O novo trabalho que o escultor italiano Lorenzo Quinn preparou para a 58ª Bienal de Arte de Veneza consiste em seis pares de imensas mãos simbolizando união em meio ao cenário de uma das cidades mais encantadoras do mundo.

“Meu trabalho em Veneza não terminou com ‘Support’, minha escultura anterior. Na verdade, é uma trilogia. A escultura Building Bridges significa culturas se unindo para o bem comum. A terceira peça (que será revelada daqui a dois anos) … bem, você terá que esperar para ver, mas posso dizer que ela não envolverá mãos”. Afirmou Quinn em uma entrevista.

“As mãos humanas me fascinam porque, através delas, sou capaz de espalhar mensagens muito diretas e universais. Além disso, sou italiano, falamos com nossas mãos”.

Os seis pares de mãos representam diversos símbolos para Lorenzo: os cinco continentes unidos pelo amor, e ao mesmo tempo, cada par representando uma diferente ponte humana: sabedoria, esperança, ajuda, fé, amizade e amor.

“Eu queria representar os 5 continentes e o sexto – o amor – trazendo todos juntos. Na numerologia, 6 é o número do amor”.

“O engenheiro ficou louco. Tivemos pouco tempo para mudar os projetos para se adequar ao novo local que nos foi dado, apenas 5 semanas antes da inauguração da peça, mas fizemos isso acontecer graças a uma equipe incrível”.

Lorenzo Quinn com sua obra anterior – “Support”, e, em seguida, com seu novo trabaho, chamado Building Bridges.

Fonte: Bored Panda

Fonte: Tudo Interessante

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS