Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Tuédoidé? / Curiosidades

Curiosidades

Cidade 'afunda' rápido e pode desaparecer em 30 anos. Assista!

quarta-feira, 22/08/2018, 09:44 - Atualizado em 22/08/2018, 10:00 - Autor:


Jacarta, capital da Indonésia, está afundando mais depressa que qualquer outra do planeta e pode desaparecer em 30 anos, segundo especialistas. Atualmente vivem mais de 10 milhões de pessoas na região. As informações são da BBC.


Além do grande volume de enchentes, a cidade literalmente está ficando submersa. Jacarta foi construída sobre um terreno pantanoso e é banhada pelo Mar de Java e cortada por 13 rios.




Segundo o pesquisador Heri Andreas, do Instituto de Tecnologia Bandung, que estuda há 20 anos o afundamento do solo de Jacarta, o norte já afundou 2,5 metros em 10 anos e continua “descendo” até 25 centímetros por ano, o que representa mais que o dobro da média global para megacidades costeiras.


Jacarta está afundando em média, de 1 a 15 centímetros por ano, ou seja, quase metade da capital indonésia está abaixo do nível do mar.


No distrito de Muara Baru, no norte do município, um prédio foi abandonado. O primeiro andar da construção foi alagado em decorrências das enchentes e como o terreno ao redor está mais alto, a água não tem para onde escoar.


Um morador próximo de um mercado de peixe diz que as calçadas do local “são como ondas, se curvam para cima e para baixo” e que “as pessoas podem tropeçar e cair”, pois o piso por onde os frequentadores passam está afundando e criando uma superfície irregular e instável.



Jacarta está afundando. (Foto: BBC/Reprodução)


Segundo pesquisadores, a dramática forma como Jacarta está afundando se deve, em parte, à extração excessiva de água subterrânea para ser consumida como água potável, para banho e para ser usada em outras tarefas cotidianas.


Para Heri Andreas o problema está no bombeamento de água dos aquíferos subterrâneos recorrido por moradores e indústrias. Segundo ele, quando a água subterrânea é bombeada, o terreno acima cede, levando ao afundamento do solo.


A situação é ainda pior garantir o direito de todos usarem “água subterrânea mais do que o permitido”, desde proprietários locais a operadores de shopping centers.


Jan Jaap Brinkman, especialista em hidrologia do Instituto Holandês de Pesquisa Deltares ressalta que a única saída seria proibir a extração de água subterrânea e recorrer a outras fontes, como água da chuva, dos rios e reservatórios feitos pelo homem.


Segundo o especialista, Jacarta precisa fazer isso até 2050 para evitar que a cidade afunde.



(Com informações da BBC Brasil)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS