Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Tuédoidé? / Curiosidades

Curiosidades

Japão quer obrigar funcionários a tirarem folga na segunda-feira

terça-feira, 21/08/2018, 09:55 - Atualizado em 21/08/2018, 10:11 - Autor:


O governo do Japão quer incentivar trabalhadores a tirarem folga em uma manhã de segunda-feira por mês. O objetivo do Ministério da Economia é reduzir o número de horas extras que os japoneses fazem e gerar um maior equilíbrio entre suas vidas profissional e pessoal.


Mais que isso: o Japão também está preocupado com as consequências para a saúde do excesso de trabalho. Em 2016, uma pesquisa do governo com 10 mil trabalhadores descobriu que mais de 20% estavam fazendo mais de 80 horas extras por mês.



Desde os anos 1960, o país registra casos de karoshi, ou morte por excesso de trabalho, causada principalmente por doenças cardíacas e mentais associadas a horas exaustivas no emprego.


REAÇÕES


Outra medida já foi tomada pelo governo no ano passado para "relaxar" os funcionários. As companhias foram encorajadas a liberar os funcionários às 15h na última sexta-feira do mês, quando muitos recebem seus salários, para que as pessoas usem esse dinheiro para viajar e ir às compras.


O ministério diz que o novo plano é baseado em um experimento próprio, realizado na manhã de 27 de julho passado, quando liberou 30% de sua equipe.


Os resultados foram considerados positivos, e o ministério agora está elaborando uma proposta ao mundo corporativo japonês. Assim como o programa da sexta-feira, a adesão à inciativa da segunda-feira será voluntária.



No seu primeiro ano, o programa de incentivo à liberação das sextas após as 15h teve um resultado tímido, segundo o Ministério da Economia. Apesar de lojas e restaurantes oferecerem descontos para atrair clientes, só 11% dos funcionários de empresas tiram proveito do esquema.


A explicação: a última sexta-feira do mês é o dia em que empresas estão sob pressão para fechar as contas e entregar projetos. Por isso, a ideia é oferecer, como alternativa, que os funcionários tirem livre a manhã da segunda-feira seguinte.


E se a medida fosse aqui no Brasil?


(Com informações da BBC Brasil)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS