Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Tuédoidé? / Curiosidades

Curiosidades

10 Restaurações de obras de arte que foram simplesmente desastrosas

quinta-feira, 19/07/2018, 23:00 - Atualizado em 19/07/2018, 23:00 - Autor:


Restaurar uma obra de arte é um trabalho que requer muita responsabilidade, entendimento e técnicas.

Algumas restaurações artísticas foram feitas por amadores, e seus resultados acabaram sendo desastrosos. Pensando pelo lado bom, algumas obras ficaram ainda mais famosas depois desses erros.

1 – Tutancâmon

A barba de Tutancâmon foi quebrada durante uma restauração, e os funcionários do Museu Egípcio no Cairo a colaram com um material que é totalmente inadequado para uso em restauração. Repare na linha amarelada entre a face e a barba.

2 – A Virgem e o Menino com Santa Ana

O trabalho que está no Museu do Louvre em Paris foi restaurado em 2012. O verniz ficou mais evidente, e a obra ficou mais clara após a restauração, o que vai de encontro à ideia original de Leonardo da Vinci.

3 – Grande Muralha da China

Um trecho da construção foi reparado e pavimentado entre 2013 e 2014, quando foram utilizados cimento branco e areia em um trecho de aproximadamente 8 quilômetros. A restauração deste monumento não poderia ter sido mais desastrosa.

4 – Grafite de Banksy em Londres

Este graffiti dos protagonistas de “Pulp Fiction”, criado pelo famoso artista urbano Banksy,  foi destruído pelos funcionários municipais de Bristol, que o cobriram com tinta para disfarçá-lo. Dizem que o trabalho foi destruído por engano…

5 – Pirâmide escalonada de Djoser

A restauração da pirâmide de Zoser lhe deu uma aparência mais moderna, mas também pode ter causado danos estruturais na pirâmide. Vários especialistas dizem que houve deslizamentos de terra após a restauração, isso por que a empresa que a restaurou nunca tinha realizado esse tipo de trabalho no Egito.

6 – Afrescos da Capela Sistina

Alguns restauradores disseram que todas as camadas de gordura e sujeira no teto eram o resultado das velas acesas da capela. James Beck e outros artistas não concordaram com essa ideia. Também afirmaram que Michelangelo poderia ter usado a fuligem misturada com cola para enfatizar as sombras e melhorar a definição de áreas escuras e secas. O fato é que o resultado não ficou muito legal…

7 – Escultura de Marte e Vênus

8 – Ecce Homo (Espanha)

A pintura foi restaurada em 2012 por uma pintora amadora da cidade espanhola de Borja, Cecilia Giménez. Porém, por algum motivo, o resultado foi muito diferente do original e se tornou um dos casos mais famosos de restauração que deu errado.

9 – Afrescos da Dinastia Qing

Esses afrescos foram repintados para torná-los mais visíveis no templo budista de Yunjie (Chaoyang), quando as imagens originais estavam desaparecendo. O resultado ficou com cores fortes que lembram um trabalho de pop art.

10 – Mosaicos de Hatay, Turquia

A restauração destes mosaicos foi um desastre completo: depois de serem “restaurados”, perderam quase todo o seu valor e, segundo alguns especialistas, tornaram-se “caricaturas”.

11 – Escultura da Virgem Maria e do Menino Jesus, em Sudbury, Canadá

Esta escultura da Virgem Maria e do menino Jesus está localizada em Sudbury, no Canadá. Por conta de sucessivos vandalismos, o menino Jesus foi decapitado várias vezes. O padre da paróquia costumava encontrar a cabeça em volta da igreja, mas desta vez desapareceu completamente, por isso foi necessário criar uma nova. A artista Heather Wise foi responsável por essa restauração, e criou uma cabeça que não tinha nada a ver com o modelo original, e é que o resultado foi um desastre. O escultor se defendeu declarando que era apenas um protótipo de teste de argila. Finalmente a cabeça foi devolvida e a escultura terminou bem restaurada.

Fonte: Bright Side

Fonte: Tudo Interessante

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS