Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Tuédoidé? / Curiosidades

Curiosidades

Sem as duas pernas, chinês chega ao topo do monte Everest

sexta-feira, 18/05/2018, 22:26 - Atualizado em 18/05/2018, 22:26 - Autor:


O chinês Xia Boyu, de 70 anos, conseguiu chegar na última segunda-feira (14) ao topo do monte Everest, na Ásia. Após perder as duas pernas por conta de um linfoma em 1996, o feito é motivo de aplausos e exemplo de superação.


Boyu é o primeiro amputado das duas pernas a escalar a montanha pelo lado nepalês. Anteriormente, em 2006, quem fez algo similar foi o neozelandês Mark Inglis, que escalou o monte pela face norte, no lado chinês.


O montanhista subiu acompanhado de três moradores da região e, para evitar problemas de última hora, cumpriu o último trecho da escalada partindo de uma saliência a mais de oito mil metros.


Em geral, esse mesmo trajeto é feito a partir do acampamento IV, que fica a 7,950 metros - é geralmente lá que passam a última noite.



(Foto: Reprodução/Reprodução)


HISTÓRIA


O escalador teria tentado subir o Everest em 2014, 2015 e 2016. No primeiro caso, foi surpreendido por uma avalanche, que matou 16 pessoas da região montanhosa. Já no segundo, um terremoto abalou a área, deixando cerca de nove mil mortos. A última tentativa foi em 2016, frustrada devido ao mau tempo.


Além disso, no dia 28 de dezembro do ano passado, o governo nepalês proibiu os amputados de duas pernas e portadores de outras deficiências de escalar o monte Everest. A justificativa era que queriam reduzir acidentes e mortes.


Mas a história mudou três meses depois com a decisão da Suprema Corte do país que decidiu suspender a aplicação da ordem governamental. E justamente após a revogação da norma, Xia realizou o seu sonho.


(Com informações do portal Só Notícia Boa)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS