Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Tuédoidé? / Curiosidades

E TÁ ERRADO?

Sexóloga dá dicas para sexo casual incrível e sem frustrações

segunda-feira, 14/10/2019, 10:54 - Atualizado em 14/10/2019, 11:22 - Autor: Com informações do portal Metrópoles


Sexóloga explica questões práticas para um sexo casual perfeito e sem frustrações.
Sexóloga explica questões práticas para um sexo casual perfeito e sem frustrações. | Reprodução

Não é porque você não está em um relacionamento sério que tem que abrir mão de uma vida sexual ativa, né?

Até porque, uma pesquisa realizada pelo site C-date, especializado em encontros de sexo casual apontou que a maior parte dos solteiros pensam em transar, pelo menos, cinco vezes por dia.

Apesar do sexo casual não ser mais um tabu para muitos, as dúvidas sobre questões mais práticas são grandes. Como agir? Para onde ir? O que fazer? A sexóloga Shirlei Coden dá dicas para o "pente e rala" incrível e sem frustrações.

Segurança em primeiro lugar

Aquele flerte com um "contatinho" inesperado é legal, mas para a sexóloga, requer ficar atento à segurança. Ela recomenda "descobrir quem é a pessoa de fato, mesmo que o encontro seja para transar uma única vez". Uma boa opção é pesquisar nas redes sociais. 

Pra onde ir?

Não pode marcar o encontro em qualquer lugar, né? Vale manter a discrição, mas também é bom se encontrar em um bar ou algo parecido, que tenha movimento ou em "uma região com câmeras de segurança". Vale lembrar que, até então, trata-se de uma pessoa desconhecida. 

Camisinha nele!

Pode até parecer óbvio, mas é sempre bom lembrar. Nada de arriscar sem proteção. Mesmo tomando pílula ou fazendo uso do DIU (no caso das mulheres), a camisinha é o único método que também impede a contração de doenças e infecções sexualmente transmissíveis. 

Sem frustrações

Segundo a sexóloga, a dica para um sexo casual sem frustrações é ir sem medo e aberto a novas descobertas, possibilidades e experiências. 

Para a especialistas, questões como dormir juntos, transar em casa ou no motel, o que vale ou não na cama e ligar ou não no dia seguinte são pessoais e podem (e devem) ser alinhadas entre as partes. 

Oura dica, segundo a sexóloga, para evitar frustrações, é dar uma segurada nas expectativas, já que é a primeira vez. E, caso não seja do jeito que se imaginou, parta para a próxima, sem nenhum problema ou peso na consciência. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS