Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


28°
R$
Bizarro

Cabeça de lobo de 40 mil anos é encontrada preservada

terça-feira, 11/06/2019, 17:02 - Atualizado em 11/06/2019, 17:35 - Autor:


A cabeça de um lobo, de aproximadamente 40 mil anos, que segundo os arqueólogos é proveniente do final da Idade do Gelo, foi encontrada na última semana por um homem próximo de um rio na cidade de Yakutia, na Rússia. Pesquisadores japoneses e russos da Sakha Academy of Sciences querem estudar a fundo as características do animal e analisar o DNA. Os especialistas acreditam que a cabeça seria uma espécie de “troféu” de um caçador que viveu no período.




Em entrevista ao jornal Siberian Times o cientista, Albert Protopopov, da Sakha Academy of Sciences afirmou que a descoberta é de extrema importância e com ela poderão aprofundar os estudos encima da espécie atual.


“É uma descoberta única dos primeiros restos de um lobo adulto do final da Idade do Gelo. Ele ainda possui tecidos preservados. Nós iremos compará-lo com lobos modernos para entender como as espécies evoluíram e para reconstruir a sua aparência”, afirmou.



      Exames de tomografia computadorizada da cabeça do lobo revelaram a preservação dos tecidos (Foto: Divulgação)


Ainda segundo o especialista, a cabeça foi conservada pelo gelo e ainda possui pelos, presas e até mesmo o cérebro. Ela pertenceu a um animal adulto que morreu quando tinha entre 2 a 4 anos de idade. A cabeça tem 40 centímetros de comprimento e é 25% por cento maior do que a dos lobos-cinzentos atuais.




Para os pesquisadores, o animal poderia ter cerca de 2 metros em comprimento (da cabeça até a cauda). Os pesquisadores japoneses acreditam que o lobo era um lobo-gigante pré-histórico adaptado ao clima gelado.


“Nós queremos analisar sua capacidade física e compará-lo com os lobos de hoje em dia”, contou Naoki Suzuki, da Universidade Jikei de Tóquio. 


(Com informações Revista Galileu)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS