Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
IMPRESSIONANTE

Mergulhadores encontram restos mortais de soldado medieval em lago, veja!

Junto ao corpo foram encontradas uma espada, suas botas de couro, as vestimentas e duas facas

terça-feira, 17/11/2020, 18:23 - Atualizado em 17/11/2020, 18:23 - Autor: Com informações socientifica.com


| Reprodução/G. Krakauskas

Um grupo formado por mergulhadores e arqueólogos na Lituânia encontrou os restos mortais de um soldado medieval em bom estado de conservação no fundo de um lago. Além disso, foram achados uma espada, roupas perfeitamente inteiros. Para os cientistas, o achado ajudará na maior compreensão sobre a vida e os soldados da idade média europeia, ou pelo menos no Báltico.

De acordo com o site Ancient Origins, Lituânia é um dos três Países Bálticos, localizados na região oriental da Europa, próximo à Polônia, Ucrânia, Rússia. Trata-se de uma região historicamente conturbada, recheada por guerras e conflitos de interesse entre os tronos mais poderosos. O soldado remete a uma época em que a Lituânia ainda possuía uma força considerável na região. 

Segundo os arqueólogos, anteriormente, já encontraram no lago partes de telhas, pedaços de barcos, de balsas pedaços de uma antiga ponte, além de diversos outros tipos de objetos datados de diferentes períodos da história – desde objetos mais recentes, até objetos mais antigos, como é o caso do soldado junto a seus pertences.

Análises preliminares indicaram que o soldado e seus objetos provavelmente remetem ao século XVI, baseado na vestimenta. Possivelmente um jovem, junto ao corpo há uma espada, um par de botas de couro, vestimentas e duas facas. E justamente por essas características que, antes mesmo de uma datação, os cientistas já dizem tratar-se de um soldado medieval.

Arqueólogos subaquáticos examinando os artefatos no Lago Asveja, Lituânia
Arqueólogos subaquáticos examinando os artefatos no Lago Asveja, Lituânia Reprodução/G. Krakauskas
 

“Os restos mortais foram encontrados sob uma camada de lama e areia a uma profundidade de nove metros durante um exame subaquático dos restos da velha ponte Dubingiai”, disse a arqueóloga Elena Pranckenaite em entrevista à emissora de rádio e televisão lituâna LRT. 

Arqueólogos recuperando os restos mortais do soldado medieval do Lago Asveja
Arqueólogos recuperando os restos mortais do soldado medieval do Lago Asveja Reprodução/G. Krakauskas
 

Os cientistas ainda não sabem a causa da morte do jovem soldado, mas sabe-se que ele era ainda era muito jovem. Os arqueólogos enviaram os restos mortais para a Faculdade de Medicina da Universidade de Vilnius, cidade histórica da Lituânia e os objetos arqueológicos para o Museu Nacional da Lituânia e, dessa forma, mantearam-se preservados. 

| Reprodução/G. Krakauskas
Arqueólogos subaquáticos examinando os artefatos no Lago Asveja, Lituânia
| Reprodução/G. Krakauskas
Arqueólogos recuperando os restos mortais do soldado medieval do Lago Asveja
| Reprodução/G. Krakauskas

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS