Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Veículos

Veículos

Longa Duração: o curioso resultado do teste de pista do Creta

quarta-feira, 26/07/2017, 15:25 - Atualizado em 26/07/2017, 15:25 - Autor:


Instrumentado, Creta encara o teste de estreia em Limeira (SP)

Instrumentado, Creta encara o teste de estreia em Limeira (SP) (Silvio Gioia/Quatro Rodas)

O Creta é o primeiro modelo da frota atual a ter a gasolina como único combustível a ser utilizado ao longo dos 60.000 km, alinhando o Longa Duração aos testes e comparativos da revista. E essa mudança já permite compará-lo com o Creta cedido pela Hyundai e testado em fevereiro.

As provas de aceleração de 0 a 100 km/h (10,8 s), 0 a 1.000 metros (32,1 s), retomadas de velocidade de 60 a 100 km/h (5,8 s) e de 80 a 120 km/h (7,4 s) e consumo rodoviário (12,7 km/l) foram absolutamente idênticas. Até a aferição do velocímetro a 100 km/h (98,7 km/h) ficou igual – nas demais, a variação foi sempre muito pequena.

Além do teste inaugural, o Creta fez uma visita não programada à rede autorizada. Nada grave, apenas para sanar um ruído interno, vindo da parte traseira, regular o facho dos faróis e ajustar as portas, que só fechavam com uma pancada muito forte.

Após um dia parado na concessionária Caoa-Caetano Alvares, em São Paulo, retiramos o nosso SUV. “Removemos a cobertura plástica interna da tampa do porta–malas e aplicamos espuma nos cabos elétricos do sistema de limpador. Eram eles que vibravam durante a rodagem.

Também ajustamos os faróis e as portas”, disse o consultor técnico ao devolver nosso Creta. O ruído sumiu e os faróis não ofuscam mais os outros motoristas, mas as portas seguem muito difíceis de fechar.

No uso, digamos, regular, o SUV da Hyundai começa a render comentários. O repórter Henrique Rodriguez disse: “O porta-malas tem um bom volume, mas suas dimensões não comportaram a cadeira de rodas da minha avó. Deitada, impedia o fechamento da tampa. Em pé, exigia uma inclinação que atrapalhava os ocupantes do banco traseiro”.

Teste de pista –   1.021 km        

  • 0 a 100 km/h (s)                                              10,8
  • D 40 a 80 km/h (s)                                           4,5
  • D 60 a 100 km/h (s)                                         5,8
  • D 80 a 120 km/h (s)                                         7,4
  • 60 km/h a 0 (m)                                               15,6
  • 80 km/h a 0 (m)                                               29
  • 120 km/h a 0 (m)                                             65,9
  • Consumo urb./rod. (km/l)                             8,7 / 12,7

Hyundai Creta –  6.787 km

Consumo

  • No mês: 9,3 km/l com 24,1% de rodagem na cidade
  • Desde jun/17: 9,3 km/l com 24,1% de rodagem na cidade
  • Combustível: flex (gasolina)

Gastos no mês

  • Combustível: R$ 2.690

Ficha técnica

  • Versão: Prestige 2.0 16V
  • Motor: 4 cilindros, dianteiro, transv., 1.999 cm3, 16V, 166/156 v a 5.600 rpm, 20,5/19,1 mkgf a 4.700 rpm
  • Câmbio: automático, 6 marchas
  • Combustível: flex (gasolina)                                         

Arquivado em:Notícias Tagged: Longa Duração, longa duração - hyundai creta, suvs compactos

Fonte: Quatro Rodas Abril

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS