Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Veículos

Veículos

Se previna antes de comprar um carro

quarta-feira, 02/03/2016, 15:42 - Atualizado em 02/03/2016, 15:42 - Autor:


Aqui vai uma lista especial com vários itens para você verificar antes de fechar negócio antes de comprar o tão sonhado carro. São todos sinais de uma boa compra. Primeiro foram selecionados todos os aspectos externos e internos necessários. Depois, veja como está debaixo do capô e embaixo do carro. Por último, siga uns procedimentos de segurança e o que se deve prestar atenção no test-drive. Se houver problema em algum destes itens, desista da compra.


Nos aspectos externos, verifique sinais de ferrugem nas portas, no capô, no teto, na pintura, na tampa do porta-malas e nos parachoques.


Depois confira o estados dos retrovisores, dos paralamas, dos faróis, dos piscas, dos amortecedores, dos pneus, da grade frontal, do parabrisa, do vidro traseiro, das maçanetas, das chaves e das fechaduras, dos vidros e das borrachas de vedação, dos frisos de proteção, da antena, do aerofólio, do brake-light, dos faróis de milha, dos limpadores e das borrachas, bem como das luzes de freio, de ré e da placa.


Abrindo o capô, repare na abertura da tampa, se há sinais de ferrugem na parte interna e como está o número do chassi (segurança legal). Veja também o estado do radiador, dos tubos de borracha, da correia dentada, da ventoinha, do líquido de arrefecimento, do fluido de freio, do liquido do limpador de parabrisa, da bateria (se há oxidação), dos cabos elétricos, do nível de óleo, do filtro de ar, das velas, dos bicos injetores, do alternador, da correia do alternador e do compressor do ar-condicionado.


Embaixo do carro, verifique o estado das rodas, do assoalho, do cano de escapamento, do protetor de cárter, das molas e se há vestígios de vazamento (óleo do motor e óleo da suspensão).


Dentro, confira como estão o macaco, o extintor de incêndio, o estepe, o triângulo, o estojo de ferramentas, os bancos (e seu estofado), os tapetes, os forros do chão e do teto, os painéis das portas, os cintos de segurança, os pedais e suas borrachas, o freio de mão, o volante, os botões e os interruptores e os instrumentos de bordo (velocímetro, hodômetro e mostrador de combustível).


Veja também como está a mudança das marchas, o levantamento dos vidros das janelas, a ignição, as travas das portas, a iluminação interna, as alavancas (acionadores de limpador de parabrisa e piscas), o retrovisor, a buzina, o ar-condicionado, a ventilação e o aquecimento, o som e o sistema de alarme ou travas.


No test-drive, procure defeitos ocultos no motor de arranque, na embreagem, no acelerador, nos freios e na suspensão. Veja também como está o ponto morto, a estabilidade e o alinhamento, bem como se há ruídos no motor e na transmissão.


Ao fim, peça à loja um termo de garantia detalhando quais itens são cobertos – normalmente são motor, caixa de câmbio, amortecedor e freios. E lembre-se que nenhuma garantia pode ser inferior a 90 dias.


Se estiver escrito que o carro é “vendido no estado”, não o compre, pois você não poderá reclamar em caso de qualquer defeito.


Qualquer modificação feita no motor, na lataria e nos equipamentos do carro precisa estar devidamente homologada pelo Detran. Todas as alterações devem constar no documento do veículo.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS