Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Veículos

Veículos

As diferenças entre pneus de competição e das ruas

terça-feira, 20/10/2015, 19:46 - Atualizado em 20/10/2015, 19:46 - Autor:


Os pneus utilizados em competições automobilísticas contam com uma estrutura diferenciada dos utilizados pelos automóveis de passeio, com direito a um composto de borracha específico para corridas.


A diferença mais visível é que, em dias de piso seco, os pneus das pistas são lisos (chamados slick), para aumentar o contato com o solo e, assim, garantir maior aderência. É um pneu desenvolvido especialmente para corridas e não serviria para ser usado num carro convencional, até porque seria impossível trocar os pneus sempre que começar ou parar de chover. O papel das ranhuras é fazer a drenagem da água para garantir a aderência com o solo quando a pista está molhada, evitando a aquaplanagem. Por isso não são utilizados pneus lisos em carros de passeio.
Além disso, os pneus de competição apresentam um composto de borracha mais macio do que os pneus de rua, que dão maior aderência ao asfalto para rodar em alta velocidade. No entanto, não é um composto adequado para rodar nas ruas, pois está sujeito a um desgaste mais acelerado, fator que, nas competições, torna a disputa mais acirrada.
Para garantir que os motoristas das ruas também saibam com precisão o momento de trocar os pneus, os pneus contam com um sistema batizado de TWI (Trade Wear Indicator), localizado entre os sulcos. É um ressalto de borracha que indica que resta apenas 1,6 milímetro de borracha na banda de rodagem. E, pela legislação brasileira, rodar com pneu com menos do que isso é proibido.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS