Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Veículos

Veículos

Consórcio ou financiamento? Veja qual o melhor

sábado, 03/10/2015, 10:21 - Atualizado em 03/10/2015, 10:36 - Autor:


Na hora de comprar um carro, as duas maneiras mais procuradas são o financiamento e o consórcio. A primeira corresponde hoje mais de 65% de todos os veículos comercializados no Brasil, mas que vem perdendo espaço no mercado, principalmente com a alta do juros.


O número de veículos leves financiados caiu 11,6%, de janeiro a agosto, em comparação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Cetip. Nos mesmos meses, osconsórcios de carro cresceram mais de 20%, segundo Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (Abac).


Consórcio x Financiamento


O consórcio não cobra juros e, portanto, passa a ser um negócio mais interessante com a alta da Selic, explica o professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), Antonio Jorge Martins, especializado em gestão de empresas do setor automotivo. "O Consórcio é uma opção mais atrativa. Mas o consumidor deve prestar atenção na taxa de administração. Dependendo daempresa de consórcio essa taxa pode até equivaler ao juros". 


Para decidir qual opção é mais vantajosa, é preciso resolver uma questão matemática. Para ajudá-lo, fizemos uma simulação, utilizando um dos modelos mais vendidos no Brasil, o Novo Corolla Flex GLI 1.8. Nesse exemplo, para o financiamento incluímos a taxa de abertura decrédito (TAC) de R$ 900,00, e embutimos a taxa de juros de 1,85% ao mês ou 24,6% ao ano, valor correspondente ao mercado.



 Simulação do Novo Corolla Flex GLI 1.8 com o preço de R$ 70.630,00. Fonte: Consórcio Rodobens


Na simulação, consideramos que o consumidor não deu nenhuma entrada, mas isso não é o mais indicado. "Quanto mais você minimizar o financiamento, melhor para as condições financeiras. Quanto maior a entrada, melhor para pagar menos juros", afirma o professor.


Segundo ele, o ideal seria pagar à vista, mas quando não houver essa opção pague a maior quantia que puder. “Tem várias concessionárias nas mais diversas situações, com alto estoque e endividamento. Sonde o mercado e busque as melhores alternativas”, indica Martins.


As pessoas estão migrando do financiamento para o consórcio e se planejando melhor. O consórcio é mais indicado quando o consumidor não tem poupança, algo cada vez mais comum conforme a crise se estende. A principal vantagem do financiamento acaba sendo a possibilidade de ter o carro em um curto espaço de tempo. Se você pode esperar um pouco mais, o consórcio é a melhor opção. Caso você opte por essa forma de pagamento e não esteja disposto a esperar muito tempo, poderá dar um lance ou ainda ser sorteado.


(DOL, com informações do portal Infomoney)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS