Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias / Veículos

Veículos

Acidentes de trânsito custam R$ 40 bilhões por ano

quinta-feira, 24/09/2015, 16:07 - Atualizado em 24/09/2015, 16:07 - Autor:


O Brasil perde por ano cerca de R$ 40 bilhões em decorrência de acidentes de trânsito. R$ 12,3 bilhões são de ocorrências nas rodovias federais. A estimativa é de estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada e pela Polícia Rodoviária Federal, com base em dados de 2014.
R$ 40 bilhões representam quase metade do orçamento do Ministério da Saúde (R$ 91,5 bilhões) e é mais que a soma dos recursos dos Ministérios das Cidades (R$ 14,5 bi) e dos Transportes (R4 10,1 bi) para este ano. O Brasil arrecada R$ 6 bilhões anualmente com multas. 
Mais de 80% das vítimas são pessoas em idade produtiva, de 15 a 64 anos. O custo médio por acidente é de R$ 72 mil. Nos casos em que há morte, chega a R$ 646 mil – incluindo cuidados com saúde e pagamentos de indenizações, os danos ao veículo e ao patrimônio público, além de custos como da mobilização de equipes de socorro.
As colisões frontais são a ocorrência com maior índice de mortes: 33 de cada 100 óbitos. Outras causas são atropelamentos e saídas de pista. 
93% das mortes e 89% dos acidentes nas BRs são em trechos de pista simples. Rodovias que recebem investimentos em infraestrutura e melhoria da sinalização têm pouca quantidade de acidentes. 

Acidentes
Acidentes com automóveis consomem o maior percentual dos gastos (66%), mas ocorrências com motos e caminhões são mais caras. Em 2014, 18% dos acidentes envolveram motocicletas, mas consumiram 25% dos recursos. Caminhões equivaleram a 33% dos acidentes em BRs, mas eles responderam por 44% das despesas.
Cerca de 8 mil pessoas perderam a vida e 100 mil ficaram feridas em 169 mil acidentes nas BRs em 2014. Os números cresceram 34%, 50% e 50%, respectivamente, em 10 anos. E a frota de veículos aumentou 121% no período. A íntegra do estudo está disponível no site do IPEA: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/relatoriopesquisa/150922_relatorio_acidentes_transito.pdf.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS