Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Trânsito

TRÂNSITO

Obras de asfaltamento na Almirante Barroso já paralisaram

terça-feira, 26/11/2019, 07:39 - Atualizado em 26/11/2019, 07:48 - Autor: Redação


Com a paralisação dos serviços, a via ficou com desnível entre as pistas
Com a paralisação dos serviços, a via ficou com desnível entre as pistas | Mauro Ângelo/Diário do Pará

As obras de revitalização da avenida Almirante Barroso que foram iniciadas pela Prefeitura de Belém no último dia 11 de novembro, paralisaram. Até o momento, apenas duas faixas da avenida receberam, de fato, os serviços de recapeamento asfáltico previsto para os 10 km da via, nos dois sentidos. A obra que tinha previsão inicial de 60 dias para conclusão, está orçada em R$ 13 milhões de reais.

Quem trafega pela avenida percebe o desnível que ficou formado nos dois sentidos da pista, uma das mais movimentadas da capital. Apenas as faixas ao lado da área de circulação de ônibus do sistema BRT receberam o novo asfalto. Alguns motoristas que passavam pela avenida durante a manhã de ontem (25), demonstravam descontentamento com a atual situação.

MAIS:

Instalação de passarela interrompe trânsito na Almirante Barroso

OUTRAS VIAS

Morando há 42 anos no bairro do Marco, em Belém, Mendes Silva, 72 anos, também criticou a iniciativa da prefeitura de recolocar asfalto em uma via já pavimentada. Para o idoso, todo material e dinheiro deveriam ser destinados a outras áreas da cidade. “Essa obra não está sendo nenhum pouco viável. A Almirante Barroso é uma via pronta. Temos tantos outros lugares, como a minha rua que merecia receber essa atenção da prefeitura”, diz. Segundo o aposentado, a passagem da Hortinha, onde mora, nunca recebeu nenhum tipo de serviço de saneamento básico. “Quando chove a rua vai para o fundo. Se não fosse os moradores da área, comprando aterro e colocando nos buracos, a situação estava pior ainda”, conta.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS