Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Trânsito

TRANSPORTE

Nova BR-316: terminal receberá 4 mil passageiros por hora

quarta-feira, 02/10/2019, 07:31 - Atualizado em 02/10/2019, 07:48 - Autor: Diario Online


A construção do terminal segue desde janeiro deste ano
A construção do terminal segue desde janeiro deste ano | Divulgação

Com o avanço das obras da nova BR-316, o Terminal de Integração de Ananindeua também começa a ganhar forma. Localizado no KM 7 da rodovia, ele receberá as linhas de ônibus que serão as alimentadoras do BRT. A expectativa é de que cerca de 4 mil usuários do transporte coletivo da região passem, por hora, nos horários de “pico” pelo Terminal.

O espaço terá três plataformas de ônibus (1 para linha exclusiva e 2 para linhas locais), dois túneis de acesso exclusivo dos ônibus do BRT ao terminal, uma Estação Cidadania – que oferecerá serviços como pagamento de contas, emissão de documentos e outros - bicicletário; estacionamento para motocicletas e carros; áreas com wifi, administração, escadas, rampas, elevadores, passarela, arborização, iluminação, central de resíduos, além da área de circulação de acesso aos pedestres e ciclistas.

A construção do terminal faz parte das obras de requalificação da BR-316 que seguem em ritmo intenso desde janeiro deste ano, executadas pelo Governo do Pará, por meio do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM). Atualmente, as fundações das plataformas para os ônibus já estão sendo construídas.

Pontos de integração dos coletivos do BRT na rodovia estão com obras adiantadas, para garantir mobilidade, praticidade e conforto aos usuários
Pontos de integração dos coletivos do BRT na rodovia estão com obras adiantadas, para garantir mobilidade, praticidade e conforto aos usuários Divulgação
 

Os trabalhos também ocorrem na construção do Centro de Controle Operacional (localizado no complexo do Comando Geral da Polícia Militar, na Avenida Augusto Montenegro), oito das 13 estações de passageiros do BRT Metropolitano (construídas ao longo do canteiro central da BR) e ainda o Terminal de Integração de Marituba. Além das construções, também iniciou o serviço de lançamento de drenagem, etapa que antecede à drenagem, que será realizada em cinco pontos da rodovia. O trabalho é necessário para o avanço de outras frentes de obras, como a repavimentação da BR-316.

INTEGRAÇÃO

Em breve, inicia outra fase das obras: as escavações dos dois túneis que serão exclusivos para o acesso dos ônibus do BRT Metropolitano ao Terminal de Integração de Ananindeua, sem interferir no fluxo de veículos da rodovia. Da mesma forma ocorrerá no Terminal de Integração de Marituba. “As obras vão executar dois terminais de integração, um em Ananindeua, outro em Marituba. Será a integração das linhas locais de ônibus que trarão os passageiros aos ônibus do sistema BRT Metropolitano. As pessoas que pegam coletivo no conjunto Geraldo Palmeira, Ananindeua ou na Cidade Nova, por exemplo, vão se deslocar para o Terminal e, de lá, trocar de veículo para o integrante ao sistema, com a mesma tarifa, rumo ao centro de Belém, numa viagem mais rápida, segura e confortável”, explica o engenheiro Eduardo Ribeiro, diretor-geral do NGTM.

Nova BR

Ao longo dos primeiros 10.8km da rodovia serão implantadas calçadas arborizadas e ciclovias em ambos os sentidos, 13 passarelas com acessibilidade, 13 conjuntos de estações de passageiros para os ônibus do BRT Metropolitano, dois terminais de integração (em Ananindeua e Marituba), quatro túneis (dois em cada terminal) de acesso dos ônibus do BRT para os terminais, o Centro de Controle Operacional que fará a operacionalização dos sistemas de BRT municipal e metropolitano - futuramente integrados -, além das novas pistas em ambos os sentidos e faixa exclusiva no canteiro central. A drenagem será refeita e a BR-316 ganhará nova urbanização.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS