Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
MARKETING

Saiba como promover seu negócio de vendas virtuais

No Brasil 86% dos consumidores pretendem priorizar suas compras de fim de ano de forma online.

quarta-feira, 04/11/2020, 08:08 - Atualizado em 04/11/2020, 08:08 - Autor: Wesley Costa


Publicar sempre e interagir com os clientes são algumas das dicas
Publicar sempre e interagir com os clientes são algumas das dicas | Marcelo Camargo/Agência Brasil

Dados de uma pesquisa global realizada pela Rakuten Advertising, empresa especializada em tecnologia para publicidade e marketing digital, mostrou que no Brasil, 86% dos consumidores pretendem priorizar suas compras de fim de ano de maneira digital.

Com a crise no comércio provocada pela pandemia da Covid-19, os hábitos de consumo se modificaram e as pessoas passaram a optar pelas compras on-line. Nesse novo cenário, vários empreendimentos precisaram se reinventar para acompanhar essa mudança. Muitos, tiveram dificuldades por ter sido a primeira experiência no e-commerce. Já outros precisam correr contra o tempo para aperfeiçoar suas operações e assim conseguir atender a grande demanda.

Para ter sucesso no comércio digital não basta apenas divulgar os produtos e esperar pelos compradores, diz a publicitária e especialista em marketing digital, Suzana Magalhães. “É preciso primeiramente ter um entendimento de quais são os seus produtos, o que a pessoa é capaz de vender, e também sua capacidade de produção antes de começar de fato essa divulgação. Se, por exemplo, for um produto feito manualmente, precisa avaliar esse tempo de confecção para depois partir para as vendas”, frisa.

ESTOQUE

Caso as vendas sejam voltadas para um produto já fabricado, pode-se partir diretamente para o segundo passo, que é ter uma quantidade mínima de produtos diversificados disponíveis em estoque antes de iniciar a divulgação. “É recomendado que a divulgação em redes sociais, por exemplo, seja feita com esse mínimo de produtos. Isso é importante, para que quando o negócio entre nas redes se obtenha também uma diversidade de clientes interessados por esses produtos”, ressalta Suzana.

Outra dica dada pela especialista é referente a identidade da página de venda. “Para você começar a divulgar sua página de venda é preciso ter imagens dos produtos, no mínimo umas 12 fotos. As imagens são fundamentais, então é válido pedir ajuda a um amigo, um parente que tenha boa câmera, ou a uma pessoa que você sabe que faz fotos legais e possa ajudar se no momento não for possível contratar alguém. A fotografia é o cartão de visita que vai fazer o cliente se interessa pelo produto”, destaca.

Além das imagens, as publicações devem conter ainda uma boa legenda, informando todas as especificações e os mínimos detalhes do produto. “Se for divulgar a venda de um vaso de cerâmica, por exemplo, é preciso dizer quais são suas dimensões, como altura, largura, profundidade, e também descrever sua cor, já que dependendo da imagem ela pode sofrer algum tipo de alteração”, pontua Suzana. Os valores devem estar também sempre presentes na própria postagem.

Ainda para começar um negócio de vendas on-line é importante definir o público-alvo, e onde ele se encontra, para então definir qual plataforma entre tantas, como Facebook, Instagram e WhatsApp, será utilizada nas negociações. “Vender não é simplesmente chegar com a página e dizer: compre isso ou olha o que estou vendendo. Rede social é um espaço de relacionamento e interação. É preciso ter entendimento para formar essa relação. Ter uma conversa, saber dos seguidores porque eles se interessam por um produto ou outro, para depois procurar o canal certo de venda”, orienta.

A ausência do proprietário na página definida para o negócio é um erro, e pode acabar prejudicando as vendas. “É preciso ser consistente e estar disponível de forma contínua, atendendo e respondendo às pessoas cordialmente. Às vezes, uma conversa ou comentário que você não ver pode acarretar na perda de um possível novo cliente”.

O fluxo de postagens também dever seguir a mesma constância. “Não adianta postar só as fotos no início e esperar a coisa acontecer. Se você está no Instagram, produza pequenos vídeos contando como você construiu aquela peça, mostre detalhes”, pontua.

Quem quer começar um negócio no mundo digital ainda há tempo. Seguindo esses primeiros passos e dicas, a especialista em marketing afirma que é possível ter uma boa venda já nesse final de ano. “Estamos em um momento oportuno para as vendas, e ainda temos uma corrida de um mês e meio até o Natal. É possível fazer boas vendas se você começar a estabelecer desde já essa conexão com as pessoas”, garante.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS