Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Te Cuida

TE CUIDA!

Você sabia que ingerir alimentos quentes demais pode causar problemas sérios à sua saúde? Entenda!

A prática de consumir alimentos com temperaturas extremas pode provocar úlceras e até câncer

terça-feira, 12/01/2021, 19:02 - Atualizado em 13/01/2021, 13:53 - Autor: Lana Oliveira


| Reprodução

Você sabia que o consumo de alimentos em temperaturas extremas, tanto para mais como para menos, pode causar danos à saúde? A prática de esquentar demais bebidas, comidas sólidas e outros alimentos contribui para o surgimento de outros problemas. Além de ocasionar queimaduras no palato (céu da boca) e na língua, o que traz uma sensação de dormência por um período curto, pode também provocar inchaços, inflamações, úlceras e problemas ainda piores.

Clique aqui e ouça o décimo segundo episódio da coluna "Te Cuida!" em versão podcast

De acordo com a Endocrinologista e Nutróloga do Hapvida, Natasha Vila Nova, comer alimentos muito quentes pode provocar úlceras e até câncer. "Pode provocar, sim! É válido lembrar que a temperatura do estômago pode variar aproximadamente em torno de 36 até 42 graus. Qualquer temperatura extrema, fora desse padrão, pode provocar lesões estomacais, tanto no processo inflamatório que a gente conhece como quadro de gastrite, até o processo ulcerativo por conta desse contato de alimentos ou líquidos com temperaturas extremas”. 

 

 

Leia mais:

Bichectomia: bem longe de ser apenas um procedimento estético 

Conheça os sintomas que podem indicar a deficiência de ferro no organismo

Quais os sintomas para identificar quando a ingestão de alimentos em temperaturas extremas está avançando para um problema mais grave?

“A partir do momento que o paciente começar a sentir sintomas estomacais. Quais são eles? azia, sensação de queimação, ardência, o próprio quadro de dor, principalmente piorando com o consumo desses alimentos, pode suspeitar dos sintomas de gastrite e até úlcera, sendo interessante procurar ajuda médica”, alerta a especialista. 

Quais as orientações ao identificar algo de errado e o que se deve fazer?

“Caso o paciente identifique que ele está recorrentemente tendo esses sintomas, o ideal é procurar ajuda médica, principalmente do médico especialista que é o gastroenterologista, que ele vai avaliar a indicação de realizar algum exame, na maioria das vezes, se faz necessário o uso da endoscopia digestiva alta. Ele vai fazer a avaliação do estômago, em alguns casos até do intestino para avaliar se há essa existência do processo inflamatório ou do processo ulcerativo".

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS