Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
32°
cotação atual R$

Notícias / Santarém

RESGATE

Araçarí-de-bico-branco é resgatado por agentes do meio ambiente

quarta-feira, 15/07/2020, 15:07 - Atualizado em 15/07/2020, 15:07 - Autor: Com informações da Prefeitura de Santarém


| Divulgação/PMS

Um tucano da espécie araçarí-de-bico-branco foi resgatado na manhã desta quarta-feira (15), no Distrito de Alter do Chão, em Santarém, por agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Santarém.

Segundo informações do fiscal ambiental Patrick Miléo, os proprietários da Pousada Amazônia encontraram a ave na área do próprio estabelecimento e por apresentar machucados, imediatamente acionaram o órgão ambiental para o resgate.

"Agora, a Semma procederá com o encaminhamento do exemplar ao ZooUnama para que receba os cuidados veterinários, reabilitação e soltura. A atitude dos proprietários é louvável. Perceberam a vulnerabilidade da espécie e protegeram a ave até a entrega ao órgão competente. Agiram com consciência ambiental", informou Patrick Miléo

A espécie tem como nome científico Pteroglossus que vem do grego e significa: pteros = pena, asa; e glössus = língua.Já o nome popular Araçarí, vem da língua tupí: aracari = palavra indígena que significa pequena ave brilhante como o dia.Legislação

Conforme a Lei Federal de Crimes Ambientais nº 9.605/1998, matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória é crime ambiental. O infrator está sujeito a pena de detenção de seis meses a um ano e multa de R$ 5 Mil por unidade de animal flagrado com o criminoso.

Denuncie

Quem fizer o flagrante, registrar o criminoso ambiental no momento da infração com fotos ou vídeos, assim como identificar nomes, endereço e encaminhar a denúncia aos órgãos competentes.

Conforme à Lei Federal Complementar n° 140/2011, podem atender as demandas de crimes ambientais qualquer um dos seguintes órgãos: 1ª Companhia Independente de Policiamento Ambiental (1ª Cipamb)/Polícia Militar, via NIOP (190); Delegacia de Meio Ambiente (Dema)/Polícia Civil (PC), via 181; Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), pelos fones: (93) 3524-7450/7452/7453; Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), pelo (93) 3522 5452; e Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), via "Linha Verde": 0800 618080.

É a partir da denúncia que qualquer um dos órgãos poderá tomar as devidas providências. No ato do registro, diretamente às instituições, o cidadão prestará o máximo de informações para se chegar aos responsáveis pelo crime. A identidade do denunciante permanerá em absoluto sigilo

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS