Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Santarém

COMBATE AO CORONAVÍRUS

Helder assina convênio em Santarém para análise de exames de Covid-19

quinta-feira, 28/05/2020, 20:27 - Atualizado em 28/05/2020, 20:27 - Autor: Com informações de Bena Santana / Rádio Clube


| Bruno Cecim/Ag. Pará

O governador do Pará, Helder Barbalho, visitou o município de Santarém, oeste do Pará, nesta quinta-feira (28), para assinatura de um convênio envolvendo o Hospital Regional de Santarém e a Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

E MAIS: Veja os números atualizados do Covid-19 no Pará

O convênio oferece a aquisição de insumos para a criação de um laboratório que irá beneficiar o espaço de saúde da região oeste do Pará., sobre a velocidade dos diagnósticos de pacientes com suspeita do novo coronavírus.

“A assinatura do convênio é importante para dar rapidez as pessoas sobre os resultados de covid-19 e principalmente, dar velocidade ao diagnóstico e tratamento adequado dessas pessoas”, destacou o governador, que anunciou o aumento de leitos de UTI na próxima semana, com a inauguração do Hospital Regional do Baixo Amazonas.

 

“Dentro do nosso planejamento temos 53 leitos de UTI para a região oeste do Pará, iremos abrir mais 29 e na semana que vem, por ocasião da inauguração do Hospital Regional do Baixo Amazonas, iremos aumentar para 164 leitos. Tudo isso vem sendo feito em cima de um trabalho que envolve todas as regiões do Pará”, afirma o governador.

Durante a coletiva, Helder Barbalho informou que o prazo de ressarcimento da empresa que vendeu respiradores para o estado termina nesta sexta-feira (29), segundo decisão judicial e o valor pago já ultrapassa os 50%.

“O estado já recebeu R$ 20 milhões do valor ressarcido e amanhã termina o prazo. Estamos esperando um valor acima de R$ 5 milhões, com o objetivo de aumentar leitos e assim garantir que não haja prejuízo ao estado”.

Por fim, Helder Barbalho declarou que o Estado ganhará novos leitos específicos para o tratamento do covid-19, onde cerca de 600 unidades de terapia intensiva serão colocados em todas as regiões do estado.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS