Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Política

ELEIÇÕES 2020

Eguchi afirma que seguirá tentando: "volto em 2022" 

Eguchi disse que apoiaria Edmilson Rodrigues, mas voltou atrás afirmando que nunca se aliaria a nova prefeitura de Belém

domingo, 29/11/2020, 21:24 - Atualizado em 29/11/2020, 22:18 - Autor: Diário Online


| Reprodução / Facebook

O candidato Everaldo Eguchi (Patriota) deu as primeiras declarações após a derrota para Edmilson Rodrigues no segundo turno das Eleições 2020.

Em frente ao prédio da sede de campanha, na passagem do Arame, bairro do Marco, em Belém, na noite deste domingo (29), o candidato lamentou a escolha da maioria dos belenenses, e afirmou que não irá desistir da carreira política. Eguchi pretende se candidatar nas eleições gerais em 2022.

"Eu cheguei num ponto onde a política se tornou parte de minha vida e principalmente, esse povo todo que está aqui, acreditou em nossa honra, caráter, dignidade, e eu jamais deixaria esse povo órfão, então, eu entrei de cabeça nessa caminhada. Deus me colocou até aqui e tenho certeza que existem os outros planos melhores, e a gente vai continuar firme até conseguir limpar esse sistema corrupto que está aí", disse o candidato derrotado.

Vereadora mais votada de Belém assumirá como deputada federal no lugar de Edmilson

Veja a reação nas redes sociais após a vitória de Edmilson Rodrigues

"Precisamos nos unir para combater os problemas de Belém", diz Edmilson após vitória nas urnas

Vídeo: eleitores de Edmilson Rodrigues comemoram vitória em São Brás

Em determinado momento da entrevista Eguchi disse que apoiaria Edmilson Rodrigues caso o novo prefeito queria ajudar a população, no entanto, sem seguida, o delegado voltou atrás, dizendo que nunca se aliaria a nova prefeitura de Belém.

"Eu acho que se o próximo prefeito tiver realmente interesse em ajudar a população a melhorar a qualidade de vida, ele conta com o nosso apoio, não tem problema nenhum, só não pode achar que venceu a prefeitura para uso próprio, reeleger seus políticos e a população ficar em segundo plano. Pelo contrário, tem que colocar a população de Belém em primeiro plano. Mas, infelizmente nós sabemos que não é assim que funciona". 

Eguchi seguiu dizendo que o plano de governo dele está à disposição de Edmilson Rodrigues. "Ele não vai ter meu apoio nunca porque o viés ideológico dele é diferente do meu, e o grupo que estava na coligação dele é uma coligação contra a qual o povo estava brigando contra, então, seria até desleal da minha parte participar de um governo com um viés esquerdista", disse.

 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS