Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Política

APÓS PEDIDO DA PROCURADORIA

STF quebra sigilo bancário de deputados bolsonaristas por atos antidemocráticos

terça-feira, 16/06/2020, 21:29 - Atualizado em 16/06/2020, 22:53 - Autor: Com informações da Folhapress


O inquérito foi autorizado após as manifestações realizadas em 19 de abril.
O inquérito foi autorizado após as manifestações realizadas em 19 de abril. | Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro Alexandre de Moraes, relator no Supremo Tribunal Federal (STF) do inquérito que apura atos antidemocráticos organizados por apoiadores de Jair Bolsonaro, determinou a quebra do sigilo bancário de dez deputados federais e um senador bolsonaristas após pedido da Procuradoria-Geral da República.

LEIA TAMBÉM: PF cumpre operação contra bolsonaristas em inquérito sobre atos antidemocráticos

São os deputados Daniel Silveira (PSL-RJ), alvo de mandado de busca e apreensão nesta terça-feira (16), Cabo Junio do Amaral (PSL-MG), Carla Zambelli (PSL-SP), investigada também no inquérito das fake news, Caroline de Toni (PSL-SC), Alê Silva (PSL-MG), Bia Kicis (PSL-DF), General Girão (PSL-RN), Guiga Peixoto (PSL-SP), Aline Sleutjes (PSL-PR) e Otoni de Paula (PSC-RJ).

O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ) completa a lista.

O inquérito foi autorizado pelo Supremo após as manifestações realizadas em 19 de abril e o pedido foi feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS