Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


29°
R$

Notícias / Polícia

Polícia

Morte de advogado paraense foi 'encomendada' por facção de dentro de presídio

segunda-feira, 10/06/2019, 17:46 - Atualizado em 10/06/2019, 19:05 - Autor:



A morte do advogado João Vieira Bezerra, cometida na noite do último sábado (8), na cidade de Novo Repartimento, sudeste paraense, foi ordenada e “encomendada” de dentro de um presídio paraense: essa foi a informação repassada por Douglas Wendell dos Santos, 19 anos, preso pelo homicídio de João Vieira.


Advogado é morto a tiros na porta de casa no Pará


Assassino de advogado é preso menos de 24h após o crime


De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil do Pará, Douglas Wendell recebeu o valor de R$ 2 mil pelo crime. A morte teria sido encomendada por um detento que faz parte de uma facção criminosa.


Por fim, o assassino revelou que o advogado foi morto, supostamente, porque não conseguiu colocar em liberdade alguns criminosos da mesma facção criminosa do mandante.


A veracidade do depoimento de Douglas Wendell ainda será investigada pela Polícia Civil.


Morto na frente de casa


O advogado João Vieira Bezerra foi assassinado a tiros por pistoleiros na porta de casa na noite do último sábado (8) em Novo Repartimento, sudeste paraense. Os autores do crime estavam em uma motocicleta.


João Bezerra era formado em Direito pela Faculdade Gamaliel, em Tucuruí. Ele trabalhava em Novo Repartimento, município onde também atuava como construtor.


(DOL com informações de Guilherme Ramos/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS