Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

Polícia

'Polícia está protegendo apenas o criminoso’, denuncia blogueira estuprada em festa

quarta-feira, 22/05/2019, 09:18 - Atualizado em 22/05/2019, 10:21 - Autor:


A blogueira Mariana Ferrer usou as redes sociais para fazer uma grave denúncia. Após contar que foi dopada e estuprada durante uma festa ocorrida em dezembro do ano passado, ela garante que a polícia está “empenhada em proteger apenas o criminoso e o local do crime por se tratar de pessoas de ‘poder e dinheiro'". As informações são do UOL.



"Aonde está o apoio devido à vítima e sua família, que são devastadas por tamanha crueldade?”, questiona a vítima.


Em Instagram Stories, a jovem publicou uma série de relatos como tudo ocorreu. “Não irei me calar mais. Esse sigilo que está protegendo apenas o estuprador acaba agora”, diz ela.




Em outro momento, a blogueira relembra que estava em um “beach club considerado seguro”, localizado em Florianópolis, Santa Catarina, e que o agressor se aproximou após perceber que ela não estava mais lúcida.


“Minha virgindade foi roubada de mim junto com meus sonhos. Fui dopada e estuprada por um estranho”, desabafou.


A blogueira fala sobre a violência sexual e conta o desespero da mãe ao ver seu estado quando chegou em casa.


“Uma pessoa que está dopada ou bêbada não tem condições de dar seu consentimento, ficando altamente vulnerável, por isso, são chamadas ‘drogas do estupro’. Não existe desculpa para violência sexual”.


Ver essa foto no Instagram

Sigilo? O papel da polícia é encobrir o crime? Não querem que descubram os laudos e depoimentos claramente deturpados? Por que eu, minha mãe e a ÚNICA testemunha que me defende foi feito por áudio visual? Por que outras testemunhas que querem tirar a culpa do estabelecimento e querem desqualificar o crime fizeram seus depoimentos por escrito? Por que não colocaram a cara nas câmeras? Medo de errar o relatório da conspiração que armaram para mim? A Delegada que esta no caso e que mandou uma precatória para um “suspeito” e depois saiu de ferias não apareceu nas câmeras? Ela que sempre foi tão tupetuda e nos acuou na delegacia?? Inclusive fui INTIMADA a prestar depoimento audio visual em dois dias e pessoalmente, mesmo não estando bem fisicamente e psicologicamente, mas o ESTUPRADOR nunca prestou depoimento pessoalmente? Está tudo tão claro. PRECISO DE VOCÊS PARA QUE ESSE CASO VÁ A JÚRI POPULAR. FAÇO UM APELO AQUI PARA QUE VOCÊS POR FAVOR COMPARTILHEM PARA QUE CHEGUE NAS AUTORIDADES MÁXIMAS COMPETENTES QUE QUEIRAM ELUCIDAR ESSE CRIME. MAIS EXPOSTA DO QUE JÁ FUI E ESTOU SENDO IMPOSSÍVEL. CHEGA DE PASSAR PANO PARA ESTUPRADOR. CHEGA DE PESSOAS QUE QUEREM COMPRAR IMPUNIDADE. DEUS ESTA ACIMA DE TUDO E A JUSTIÇA DELE VAI VIR. EU CREIO! #denuncie #estuproécrime #estupradoresnãopassarão

Uma publicação compartilhada por Mariana Ferrer (@maribferrer) em



Mariana Ferrer classifica a violência como um “estrago grande, físico e emocional”. “Minha mãe, ao ver meu estado, tirou minhas roupas e se deparou com a pior cena da vida dela, minhas roupas estavam cheias de sangue e odor forte de esperma”.


Veja algumas conversas divulgadas pela blogueira:



 



 



 



 



 



 



 


 


(Com informações do UOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS